VER-O-FATO: YPIRANGA 1 X 1 REMO - Leão empata mais uma, reclama de pênalti e tem vaga no G4 ameaçada

sexta-feira, 19 de julho de 2019

YPIRANGA 1 X 1 REMO - Leão empata mais uma, reclama de pênalti e tem vaga no G4 ameaçada

O gol de Guilherme Garré, aos 3 do segundo tempo, acendeu no Leão a chama da vitória
Mas, aos 19, o juiz piauiense marcou pênalti contra o Leão, muito contestado

Tudo igual no confronto direto por uma vaga no G4 do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C. Na noite desta sexta-feira, o Remo foi até Erechim e ficou no empate por 1 a 1 com o Ypiranga, no Estádio Colosso da Lagoa, em jogo isolado pela 13ª rodada.


Esse foi o quarto empate seguido do Remo, que tem 19 pontos e corre o risco de deixar o G4 no complemento da rodada - o Paysandu precisa vencer o Volta Redonda, em casa. Já o Ypiranga chegou ao quinto jogo de invencibilidade e está em quinto lugar, com 18.

A arbitragem do piauiense Djalma Alves de Lima Filho foi alvo de críticas dos dois times, mas principalmente dos jogadores do Remo, que reclamaram bastante do pênalti marcado após o apito final.

1º tempo sem gols

Mesmo jogando em casa, o Ypiranga deixou a posse de bola com o Remo e foi se soltando aos poucos. Na primeira chegada, Henrique Ávila cobrou fala e Vinícius espalmou para longe. Logo depois, o goleiro remista voltou a salvar em finalização de João Vitor e no rebote de Jackson.

Depois dos sustos, o Remo acordou e equilibrou as ações. Aos 32, Guilherme Garré aproveitou falha na saída de bola e bateu para defesa segura de Deivity. Depois, Gustavo Ramos escapou da marcação e soltou a bomba pela linha de fundo.

Equilíbrio no segundo

Se no primeiro tempo não houve gols, tudo mudou na etapa final. Logo aos três minutos, Gustavo Ramos roubou a bola de Renato, desceu em velocidade e tocou para Guilherme Garré só tirar do goleiro, abrindo o placar para o Remo. Mas a alegria durou até os 19 minutos.

Ramires empurrou Reinaldo dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido pelo próprio atacante. A marcação gerou revolta dos jogadores paraenses. Quem imaginava que o Ypiranga ia partir para cima em busca da virada se enganou.

As melhores chances até o fim do jogo foram criadas pelo Remo. Eduardo Ramos quase fez de falta e depois perdeu uma chance incrível quase na pequena área. Aos 40, Ramires passou fácil por Léo Kanu, mas na hora da finalização pegou mal.

Próximos jogos da dupla

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela 14ª rodada. O Ypiranga enfrenta o Tombense, às 16 horas, no Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos, enquanto o Remo tem pela frente o Atlético Acreano, às 19h15, na Arena da Floresta, em Rio Branco. Fonte: Agência Futebol do Interior, fotos, imagens da TV.



Nenhum comentário:

Postar um comentário