VER-O-FATO: TUDO OU NADA - Papão, rei dos empates, tem obrigação de vencer esta noite para chegar ao G4

segunda-feira, 29 de julho de 2019

TUDO OU NADA - Papão, rei dos empates, tem obrigação de vencer esta noite para chegar ao G4

Contra o Voltaço, mais um empate que desagradou a galera. Hoje, é ganhar ou ganhar

Apesar de estar invicto há oito rodadas, o Paysandu está exagerando nos empates. O período de invencibilidade é constituído por cinco empates, dois deles nas duas últimas rodadas, e apenas duas vitórias. De olho no G4, o Papão tentará voltar a vencer em duelo contra o Boa Esporte, marcado para as 20 horas desta segunda-feira, no Mangueirão, pelo encerramento da 14ª rodada.


Com 19 pontos, o Paysandu busca alcançar os integrantes do G4 para não se complicar nas quatro rodadas restantes depois desse duelo. Do outro lado, o Boa Esporte chega com a missão de se distanciar da zona de rebaixamento, com 14 pontos somados, cinco a menos que o adversário.

Quando os dois times se enfrentaram no primeiro turno, em Varginha, o time da casa levou a melhor com uma vitória por 2 a 0, em jogo válido pela quinta rodada.

Ajustes e estreias

Hélio dos Anjos indiciou mudanças na escalação do Paysandu durante os treinamentos da semana. O lateral-esquerdo Diego Matos, recuperado de contusão, deve ser uma das novidades da equipe, no lugar de Bruno Collaço.

Outro retorno deve ser o do meia Anderson Uchôa, que deve ficar com a vaga de Wellington Reis. O treinador ainda contará com a possibilidade de utilizar Higor Garcia e Tomás Bastos, reforços anunciados pela diretoria nesta semana.

“A gente está buscando, jogo a jogo, procurando evoluir e acredito que a gente tem evoluído. Nós estamos criando bastante situações, infelizmente, às vezes, a gente não está conseguindo concluir a gol. Mas acredito que isso é uma questão de momento, ela vai começar a entrar na hora decisiva", afirmou Nicolas.

Pendurados

Sem nenhum novo desfalque para a partida, Nedo Xavier pode escalar o Boa com a mesma formação utilizada na vitória por 2 a 0 contra o Juventude, na rodada passada. Existe, no entanto, grande chance de que ele perca jogadores para o jogo seguinte, contra o Luverdense, uma vez que que tem 11 pendurados: Chiquinho Alagoano, Rodrigo Souza, Gindre, Danilo e Gustavo, Fernando, Pedrinho, Ferreira, Anderson, Jayme e Claudeci.

“É o jogo mais difícil do ano, pode ter certeza. Eu vi o jogo deles contra o Volta Redonda, é uma equipe muito agressiva, a equipe que menos tomou gols nesse campeonato e eles necessitam desses pontos, porque é o dentro de casa, então a gente sabe que vai ter uma dificuldade muito grande”, disse Nedo sobre o Papão. Fonte: FutebolInterior.

Paysandu-PA
Mota; Tony, Perema, Micael e Diego Matos; Léo Baiano, Anderson Uchôa, Elielton e Tomás Bastos; Diego Rosa e Nicolas.
Técnico: Hélio dos Anjos


Boa Esporte-MG
Renan Rocha; Chiquinho, Edimar, Bruno Maia e Tsunami; Rodrigo Souza, Nonoca, Danilo e Renan Ribeiro; Anderson Gindre e Gustavo.
Técnico: Nedo Xavier.


Nenhum comentário:

Postar um comentário