VER-O-FATO: SÉRIE C - Papão, com jogador a mais, abusa de perder gols, cede empate ao Juventude e sai do G4

sábado, 13 de julho de 2019

SÉRIE C - Papão, com jogador a mais, abusa de perder gols, cede empate ao Juventude e sai do G4

Nicolas comemora o gol de cabeça. Depois, Papão permitiu empate com um a mais
Com um homem a menos durante todo o segundo tempo, após expulsão de Dalberto, o Juventude buscou um empate por 1 a 1 com o Paysandu na tarde deste sábado, em jogo válido pela 12ª rodada da Série C, no Alfredo Jaconi. Pelas circunstâncias, o resultado ficou de bom tamanho para o time gaúcho, uma vez que foi o suficiente para a retomada da liderança.


O Juventude havia perdido a primeira colocação do Grupo B na última quinta-feira, quando o Volta Redonda abriu a rodada com vitória por 2 a 0 sobre o Tombense. Com 20 pontos, um a mais que a equipe do Rio de Janeiro, o Ju contou com tropeços de Remo e São José para ficar com a primeira colocação. Do outro lado, o Papão chega aos 18 pontos e termina a rodada fora da zona de classificação, em quinto lugar.

O jogo começou com boas chances para os dois lados, apesar das posturas diferentes adotadas pelas equipes. O Juventude procurou não subir a marcação e deu libertdade para o Paysandu tocar bola no campo de defesa. Enquanto aguarda a oportunidade de um contra-ataque, o time gaúcho teve que lidar com chegadas de Elielton pelas laterais do campo.

O Paysandu foi o primeiro a finalizar, com uma bola de Diego Rosa que passou raspando na trave. O Juventude conseguiu chegar com perigo um pouco mais tarde, aos 12 minutos, em lance no qual Bruno Alves soltou uma bomba e parou em grande defesa do goleiro bicolor Mota. O zero saiu do placar aos 30 minutos, quando Nicolas desviou de cabeça após cobrança de Bruno Collaço e marcou para o Papão. 

Aos 40, Dalberto quase empatou para o time gaúcho, mas parou em Mota e ainda viu a bola tocar a trave. O mesmo Dalberto deixou as coisas mais difíceis aos 44 minutos, ao ser expulso após receber o segundo amarelo.

Pressão do Papão, mas....

Com um homem a mais, o Paysandu foi superior no segundo tempo e conseguiu pressionar o adversário. Entre 11 e 12 minutos, Nicolas fez a bola raspar o travessão e Elielton parou em defesa de Carné. Aos 19, Diego Rosa ficou com a bola dentro da área, após passe errado de Sidimar, mas bateu muito mal e chutou para longe.

O time paraense seguiu perdendo gols com frequência. Quando a rede foi balançada por Tony, aos 32 minutos, o árbitro marcou impedimentos. As chances desperdiçadas custaram caro, uma vez que o Juventude se superou e conseguiu chegar ao empate. 

Aos 33 minutos, Breno recebeu a bola em contra-ataque e chutou forte para marcar. Aos 46, Vinícius Leite fez fila antes de chutar e assistir a um milagre de Marcelo Carné, que garantiu a igualdade no placar. (Do Ver-o-Fato, com informações do site Futebol Interior)


Nenhum comentário:

Postar um comentário