VER-O-FATO: PRESÍDIOS DE AMERICANO - Governo vai esvaziar unidades para evitar que facções se matem lá dentro

quarta-feira, 31 de julho de 2019

PRESÍDIOS DE AMERICANO - Governo vai esvaziar unidades para evitar que facções se matem lá dentro

Presídio de Altamira, sem nenhuma firmeza da direção, é dominado por facções

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) informou que vai esvaziar duas casas penais da região metropolitana de Belém, como ação preventiva, após o massacre que resultou na morte de 5 detentos no Centro de Recuperação Regional de Altamira, sudoeste do Pará. O número de mortos subiu para 58 na noite de terça-feira, após peritos encontrarem um corpo carbonizado nos escombros do presídio.

Segundo a Susipe, 866 presos, sendo 226 de uma e 540 de outra unidade, serão removidos para evitar que haja um revide da facção que foi atingida diretamente no episódio na unidade de Altamira. Doze dos 46 detentos envolvidos no massacre chegaram a Belém na terça-feira (30). 

O grupo desembarcou no hangar do Grupamento Aéreo de Segurança Pública e foi encaminhado para unidades prisionais. Entre o total de transferidos, oito líderes de facções criminosas serão encaminhados para presídios federais e oito para unidade prisionais em Belém, onde devem ficar em isolamento. Outros trinta custodiados devem ser distribuídos entre cinco outras prisões.

A Justiça do Pará informou que vai iniciar um mutirão para avaliar processos e acelerar a situação de presos custodiados. As primeiras ações ocorrerão em Redenção e Bragança. O Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) também informou que vai evitar que 1.176 presos saiam de uma vez na saída temporária do Dia dos Pais. Fonte: G1 Pará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário