VER-O-FATO: PRAIA DO FAROL - Zenaldo manda quebrar calçada e multar empresário por construção irregular e crime ambiental

sábado, 20 de julho de 2019

PRAIA DO FAROL - Zenaldo manda quebrar calçada e multar empresário por construção irregular e crime ambiental

A calçada irregular ocupa o espaço público destinado aos banhistas do Farol
O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, determinou que a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) multem o empresário Paulo Lima por construção irregular e crime ambiental na Praia do Farol, em Mosqueiro. Em um trecho da praia, "privatizada" por Lima, ele construiu uma passarela de concreto para atender suas demandas comerciais.


O croqui da irregularidade
Zenaldo soube esta manhã, ao ler o Ver-o-Fato, do que estava ocorrendo no Farol e da denúncia da irregularidade feita por um turista, que inclusive fotografou a ousadia e mandou as fotos para este site. 

O prefeito, segundo uma fonte, ficou aborrecido e imediatamente ligou para a Agência Distrital do Mosqueiro e para a Seurb, determinando "providências necessárias, em caráter de urgência, para coibir esse abuso e     corrigir essa agressão ao meio ambiente". 

O Ver-o-Fato apurou que, na segunda-feira passada,15, Paulo Lima já havia sido notificado pela Agência do Mosqueiro devido a essa irregularidade. Agora, porém, a passarela de cimento será quebrada e ele receberá duas multas - por construção irregular e crime ambiental.

Ou seja, a praia será "desprivatizada" e voltará a ser pública.



Um comentário:

  1. Mas foi preciso que um turista denunciasse ? E o que fazem os fiscais da SECON,SEURB e outros menos votados, que não se aperceberam desse ilícito afrontoso ? Quero crer que Dona Maria 'Propina' tomou à frente e os destinou a outras plagas.

    ResponderExcluir