VER-O-FATO: PAYSANDU - Desperdiça chance de subir e irrita torcida em novo empate dentro de casa, para variar

segunda-feira, 22 de julho de 2019

PAYSANDU - Desperdiça chance de subir e irrita torcida em novo empate dentro de casa, para variar

Em um raro lance de perigo, no segundo tempo, o goleiro evitou o gol bicolor


O Paysandu provou nesta noite de segunda-feira porque tem o pior ataque da Série C, apesar de em contrapartida ter a melhor defesa da competição. Em novo empate dentro de casa, de 0 a 0 no jogo contra o Volta Redonda (RJ), o time saiu vaiado de campo. Pouco criou e nas raras chances que teve, seus jogadores conseguiram irritar a galera, ora chutando para longe do gol, ora esbarrando na defesa do goleiro adversário. 

Na verdade, o Papão perdeu uma grande oportunidade de voltar ao G4 da Série C do Campeonato Brasileiro. A equipe precisava da vitória, teve o apoio da torcida, mas fracassou, mais uma vez, no Mangueirão, em jogo que encerrou a 13ª rodada do Grupo B.

Durante o final de semana, o terceiro colocado Juventude, com 20 pontos, e o quarto Remo, com 19, tropeçaram e colaboraram para a construção de um cenário favorável ao Paysandu. Com o resultado desta segunda, no entanto, o time do técnico Hélio dos Anjos não saiu da quinta colocação, com os mesmos 19 pontos do Remo, mas em desvantagem no saldo de gols.

A equipe paraense poderia ter subido até o segundo lugar, que pertence justamente ao Volta Redonda, agora com 22 pontos, dois abaixo do líder São José. O time fluminense não perde há cinco rodadas, com três vitórias e dois empates.

Sem gols

O primeiro tempo começou equilibrado, mas logo o Paysandu conseguiu alguns momentos de domínio e mostrou mais efetividade na hora de criar oportunidades no campo de ataque. As melhores chances foram um chute de Diego Rosa que parou na trave, aos seis minutos, e outro de Welllington Reis, defendido por Douglas Borges, aos 39.

O Volta Redonda teve um pouco mais de dificuldade em articular alguma jogada interessante no campo adversário, o que só conseguiu fazer nos minutos finais antes do intervalo. Apesar de ter conseguido um pouco mais de volume, não chegou a levar perigo real ao gol bicolor, protegido por Mota.

Nada de novo

No segundo tempo, o Paysandu ficou mais a com a bola e ensaiou uma pressão em alguns momentos, enquanto o Voltaço exagerava na quantidade de faltas cometidas. O jogo ganhou mais emoção perto do final da partida, com boas chances para os dois lados, mas faltou pontaria.

Ainda deu tempo de o time fluminense ficar com um a menos, após expulsão de Gelson, aos 43 minutos. Com um a mais nos instantes finais, o time paraense intensificou as ações no campo de ataque, mas com insucesso na missão de tirar o zero do placar.

Próximos jogos

O Volta Redonda volta a campo no próximo domingo, dia 28, quando recebe o Luverdense, no Raulino de Oliveira, a partir das 16 horas. O Paysandu joga novamente em uma segunda-feira, dia 29, em duelo contra o Boa Esporte, às 20 horas, no Mangueirão. (Do Ver-o-Fato, com informações da Agência Futebol Interior)


Nenhum comentário:

Postar um comentário