VER-O-FATO: DESABAFO DO DIA - 90 minutos à espera do tormentoso ônibus Curuçambá-Iguatemi

quarta-feira, 19 de junho de 2019

DESABAFO DO DIA - 90 minutos à espera do tormentoso ônibus Curuçambá-Iguatemi

O Curuçambá-Iguatemi e de outras linhas, demoram a passar todos os dias 
A jornalista Benigna Soares publicou nas redes sociais o que ela imputa como "desabafo do dia".  Um desabafo, aliás, atravessado na garganta de milhares de usuários de transporte coletivo em Belém e região metropolitana. Veículos caindo as pedaços, sujos, calorentos - alguns no "prego" em meio à viagem - e superlotados. Uma rotina de décadas que nenhum gestor público se atreve a mudar. Leiam o que diz Benigna Soares:

"Fiquei 1 hora e 30 minutos na parada, ao sol, esperando o ônibus Curuçambá-Iguatemi, único que faz a rota Ananindeua, Conselheiro, Pátio Belém. Lamentável. A passagem custa R$ 3,60 para uma viagem em bancos com ferragem exposta, excesso de passageiros e tudo que se torna enfadonho repetir ao vento, já que o poder público não nos escuta. 

Resta-nos suportar essa dura realidade e perder compromissos profissionais, consultas médicas, horário de entrar nos espaços educacionais e outros. Lazer nem pensar, já que às 22h circula o último veículo que sai queimando a maioria das paradas. 

Pobre de quem sai nesse horário do trabalho ou da aula, ou pega duas conduções e se conecta de mototáxi ou andando e não volta pra casa seguro. Reclamações à parte, acho que vou refazer, a pé, os caminhos do inspirador do nome do meu bairro, o índio Curuçambá, que caminhava com frequência daqui ao Ver-Peso, contam os mais velhos, para resolver seus assuntos. Desabafo do dia."


3 comentários:

  1. Triste e desesperançoso ver que a mobilidade urbana em Belém só vem piorando com o passar do tempo. Não há nada pra celebrarmos, só lamentação, só desculpas.
    Que sina...!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ja fiquei sabendo que o BRT da BR316 ja esta sofrendo atrasos no seu cronograma. Qualquer informacao contraria e mentira..

      Excluir
  2. É um verdadeiro jogo a questão dos onibus em Belém.A Prefeitura orienta mas não manda, a Semob fiscaliza, mas nada descobre, o Detran não multa.Os proprietários driblam todo mundo. Nesse jogo de empurra-empurra só nos resta participar dessa infeliz contenda. 90 minutos é quanto dura cada rodada desse jogo bizarro chamado de mobilidade que só carrega nossa paciência e nossos 3,60.

    ResponderExcluir