VER-O-FATO: Sucateada e falida, Cosanpa quer levar o consumidor com ela para o buraco

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Sucateada e falida, Cosanpa quer levar o consumidor com ela para o buraco

A Cosanpa quer meter o consumidor nesse buraco 
Não é de hoje - sejamos justos - que a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) vive seu dilema shakespeariano de ser ou não ser uma estatal eficiente. Bancada a peso de ouro pelo esfolado contribuinte, ela sobrevive hoje a duras penas, num misto de descaso e má gestão. 

A Cosanpa foi colocada na guilhotina pelos governos do PSDB e agora, no governo do MDB de Helder Barbalho, parece caminhar rumo ao suicídio, cansada de esperar pelo golpe de misericórdia. 


O drama da população de Belém e das principais cidades do interior paraense, não é mais saber qual o motivo de a água ter sumido de repente das torneiras, mas a que hora irá voltar.    

Essa rotina de caótica prestação de serviço público pode ser exemplificada no fato que ocorre com os moradores dos bairros do Marco, Souza e Curió-Utinga, só para citar alguns, que desde o começo da noite de terça-feira, 16, estão sem uma gota de água para suas necessidades mínimas na vida cotidiana. 

Já quase no final da manhã deste dia 17 de abril, na página da Cosanpa surge a informação de que o conserto de um adutora havia sido finalizado durante às 4:30 da madrugada, mas outro problema surgira e a água só retornará durante a tarde, sem hora para isso acontecer, se vier a acontecer.

Esse drama nada teatral, que é misto de descaso e má gestão, aprofundou-se nos governos do PSDB e agora, na gestão do emedebista Helder Barbalho, é empurrado com a barriga no sentido de prolongar a existência de uma estatal mergulhada na condição de morta-viva. 

Se a Cosanpa está quase morta, ou já morreu e ainda não sabe, o problema é do governo, que não sabe - e haja dinheiro público investido nela - se a mantém como empresa pública ou a privatiza. O que não pode é querer levar o consumidor à sepultura junto com ela.

Quem acende essa vela em meio à tamanha escuridão? 



3 comentários:

  1. Sugiro procurar mais informações, pois a opinião acima exposta tem verdades, porém parte delas somente! O principal fato da questão é que o sucateamento imposto por governos passados à empresa pública foi determinante para o agravamento dos problemas do abastecimento de água da RMB.

    ResponderExcluir
  2. Seu comentário é extremamente desnecessário nesse momento primeiro o governador Hélder na campanha disse que fortaleceria a Cosanpa e mais expandidos os serviços para outros municípios.O governador autorizou 15 mikhmil do tesouro estadual para conecom a fazer os investimentos necessários para empresa, coisa que o ex governador, adorado por muitas viuvas da imprensa paraense nos quase 20 anos nunca fizera. Então nan é hora de criticar de tentar passar uma noticia,onde o governo atual agora que completou 100 dias.
    Deixe para fazer esses comentários tendenciosos quando o atual governo esteja no final dos 4 anos!

    ResponderExcluir