VER-O-FATO: CORTE DE LUZ - Consumidor tira escada e deixa funcionário da Celpa pendurado em poste

segunda-feira, 29 de abril de 2019

CORTE DE LUZ - Consumidor tira escada e deixa funcionário da Celpa pendurado em poste

Operário ficou  preso pelo cinto, sem a escada 

 Quem testemunhou a cena segurou o riso, mas não é para rir. A situação foi patética e lamentável, expondo um trabalhador a risco até mesmo de morte. Quem relata a cena em sua página no Facebook é o sempre atento repórter Carlos Baía, de Barcarena. O fato ocorreu na rua Gabriel Furtado, bairro Comercial, naquela cidade. As fotos de Adriano Furtado foram enviadas para o Ver-o-Fato


Era por volta das 15 horas desta tarde de segunda-feira, quando um trabalhador a serviço da Celpa subiu no poste para efetuar o corte de energia elétrica. A surpresa veio na reação do consumidor, que até então estava dentro da casa.

Quando viu que o operário estava no alto do poste, o consumidor saiu da residência e, furioso, puxou a escada, retirando-a do local, para em seguida atirá-la ao chão, próximo ao veículo da Celpa. Afirmou que a energia da casa não poderia ser cortada pois estaria ele em dia com o pagamento.

Um colega de trabalho do operário ficou apenas olhando, sem nada poder fazer para ajudar o companheiro a descer. "O consumidor estava revoltado, mas nada justifica o ato de colocar em risco a segurança e a vida de terceiros", comenta Carlos Baía.

A escada foi retirada do poste e jogada na rua, atrás do veículo da Celpa

"O consumidor usou a forma incorreta de reclamar seus direitos,  pois poderia causar a morte de um pai de família, que alí cumpria apenas ordens superiores. Se este cidadão cai, bate a cabeça e falece? Se cai e fica com problemas físicos ou mentais? Se este é eletrocutado durante a ação revoltosa do consumidor?", acrescenta o repórter.

E diz mais: "se o erro foi da Celpa, que ela pague por isso". Para Carlos Baía, tanto o consumidor quanto o operário "deveriam processar a empresa diante do constrangimento que passaram". O operário, depois de algum tempo, conseguiu descer, após o colega posicionar novamente a escada no poste.

O delegado Ricardo Morel, titular da delegacia de Barcarena, informa que o funcionário da Celpa registrou um boletim de ocorrência. Segundo o BO, o operário sofreu um corte na mão, durante a ação de retirada da escada pelo consumidor.

Com a palavra, a Celpa. 



35 comentários:

  1. trabalhador não tem culpa de nada sobre gente

    ResponderExcluir
  2. trabalhador não tem culpa de nada sobre gente

    ResponderExcluir
  3. Existe uma norma entre as distribuidoras, que o corte de energia é executado até 15:00Hs, vericando se tem pessoa enferma na residência que precisa de energia constante. Com a palavra a Celpa e direitos humanos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No regulamento da ANEEL não está previsto horário limite para execução da suspensão e não existe acordo entre distribuidoras de energia em relação a horário de corte. Isso é facultativo de cada uma. O que não pode ocorrer é o corte em dias não úteis e também fora do horário comercial

      Excluir
  4. Para desligar residência, observar se não há enfermo precisando de energia constante. Outra situação há norma entre distribuidoras que energia
    elétrica será cortada até 15:00Hs. Profissional sem equipamento segurança, existe carretilha para descer descer pessoas de altura, obrigatória para quem trabalha no alto de estrutura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ronald, posta a norma aqui.

      "No regulamento da ANEEL não está previsto horário limite para execução da suspensão e não existe acordo entre distribuidoras de energia em relação a horário de corte. Isso é facultativo de cada uma. O que não pode ocorrer é o corte em dias não úteis e também fora do horário comercial"

      Excluir
  5. Tô rindo mas tô com pena do trbakhtraba kkk

    ResponderExcluir
  6. Se o consumidor ja tinha pago a fatura e o desinformado do funcionário da Celpa sem responsabilidade vai cortar ja se esperava qualquer reação do consumidor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O funcionário não tem culpa de ter que ir corta a energia do cidadão mesmo que esteja em dia o pagamento, porque não é ele quem monitora isso, ele apenas recebe a ordem do q fazer, quem está errado na história é o superior do funcionário não ele

      Excluir
    2. Primeiro que ele disse que estava em dia e em nenhum momento foi constatado isso.

      Excluir
    3. Concordo funcionário não tem culpa mas tem por obrigação se identificar para o consumidor

      Excluir
    4. Não tem por obrigação identificar o consumidor não, trabalho na empresa de energia, a empresa envia comunicado com data limite de pagamento, o cliente tá ciente que pagando após aquela data pode ser suspenso, lembrando que a conta não baixa no mesmo momento de pagamento. Fiquem ligados nas mensagens que são enviada nas suas contas ;)

      Excluir
  7. Se o consumidor ja tinha pago a fatura e o desinformado do funcionário da Celpa sem responsabilidade vai cortar ja se esperava qualquer reação do consumidor.

    ResponderExcluir
  8. Nao respeitam o direito do consumidor. E eles ganham pelo corte, entao nao interessam se a conta esta em dias. Atendem apenas a O.S. emitida.

    ResponderExcluir
  9. Eu acho que eles tem que fazer como aqui em Confresa-mt eles chegam e avisam que vai cortar porque a fatura esta em atraso! Se o cidadão estiver pago ate algumas horas antes, eles tiram foto do comprovante de pagamento e vai embora!!
    Se o coborador não comunicou o desligamento, talvez ele tenha que receber alguns treinamentos.

    ResponderExcluir
  10. Mesmo q exita uma ordem de corte o funcionário tem que consultar o consumidor pra ver se realmente ele está com o débito em atraso

    ResponderExcluir
  11. Teria que haver bom censo de ambas as partes para não chegar ao extremo.

    ResponderExcluir
  12. Na realidade ninguém pode ficar sem energia,infelizmente existem as dificuldades de alguns consumidores e a falta de leis,para beneficiar mais ao consumidor.Sinceramente nunca confiei nessesmedidores de energia,para mim vivemos ainda em um país desorganizado.Quebra sempre no lado mas fraco,provavelmente se fosse o gato na energia durava por muito mas tempo.

    ResponderExcluir
  13. O funcionário não tem culpa se ele não pagou o se pagou, a ordem de serviço foi entregue pra ele e o mesmo tem que executar, vai a traz se tá certo, dos administrativos da empresa que como a de Goiás Enem, não vale nada.

    ResponderExcluir
  14. Se ele não trabalhar é a luz dele que será cortada...

    ResponderExcluir
  15. E uma calidade essa situacao o consumidor teria que apresenta a fatura paga para o paceiro do eleteicista que estava la em cima do posta estando pago as empresas tem radio de comunicacao nos carros e os fucionario verificar se realmente a conta esta em dias as emprensa ter que dar um melhor treinamento aos fucionario no atedimento comercial para averihuar melhor.

    ResponderExcluir
  16. Kkkk se ele estivesse amarrado a escada não teria acontecido isso. Apesar de nada justificar a ação do consumidor.

    ResponderExcluir
  17. Seria cômico se não fosse tragico

    ResponderExcluir
  18. E as palmas vão para o consumidor que é vítima do sistema.

    ResponderExcluir
  19. Infelizmente estamos em um país pobre e falido, com pessoas degradando mais ainda o Brasil, com a violência, e quem deveria dar recursos e empregos para todos, assim tendo recursos para poder pagar um simples conta de energia elétrica, se está ruim, vai ficar pior, e sem retorno, já e estatística.

    ResponderExcluir
  20. Ta e ao invés do cara apresentar a fatura paga foi tirar a escada...
    Ele teria que ligar a luz,simples assim. Agora pra fazer o que fez sei não se estava paga kkkkk certeza tava devendo. Ai querer q não corte é sacanagem,o rapaz estava fazendo o trabalho dele. Recebe ordens, queris ver se ele ussasse espora pra subir e descer o que o consumidor ia fazer!!!
    Ia ter q ficar olhando. Até qd as pessoas vão agir com violência, não se tem diálogo mais.

    ResponderExcluir
  21. Eu se fosse o colega dele de serviço , levantaria a escada dinovo no poste e se o consumidor barraqueiro interviesse novamente eu ia dar lhe uma surra de cinto daquelas bem dadas . Porra eu tbm sou eletricista e nossa função é mais perigosa que a de muitos policiais passamos medo todo dia em altura com eletricidade e vem um filho da puta desses tirar onda . Vai tomar no cu

    ResponderExcluir
  22. Enganado, a ANEEL não interfere nos procedimentos da COMISSAO NACIONAL DAS DISTRIBUIDORAS DE ENERGIA ELETRICA ATÉ 161KV. Ainda está em vigor determinação de 1997 que determina o corte de fornecimento de energia elétrica até 15:00Hs, isso por que os agentes arrecadores oficiais atendem até 16:00Hs.Fui membro da diretoria nacional das distribuidoras de energia elétrica.

    ResponderExcluir
  23. Minha vontade é fazer coisa pior , pois minha energia já foi cortada em uma sexta feira a tarde, quando não tinha ninguém em casa, cheguei em casa do trabalho a noite e me deparei com a escuridão,meu vizinho q me avisou q a energia tinha sido cortada, passou as piores coisas na minha cabeça,já q não fazem religacão aos finais de semana,porque contam numa sexta-feira?

    ResponderExcluir
  24. Se está tudo em dia, porque não apresentou o comprovante de pagamento? A grande maioria dos consumidores suspensos falam que pagaram, mas nao condiz com a realidade. Falar até papagaio fala. O trabalhador estava somente cumprido com sua obrigação e levando sustento para sua casa.

    ResponderExcluir
  25. O consumidor vacilou, se ele estava em dias com a fatura, deixasse cortar a energia e no mesmo dia fosse ao pequenas causas, era causa ganha. Agora por em risco a vida de um pai de familia o fez perder a razão.(se é que tinha razão)

    ResponderExcluir
  26. De acordo com normas, a escada do trabalhador deveria estar a amarrada no topo da escada com o poste..

    ResponderExcluir