VER-O-FATO: Pesar pela morte de Carlos Couto, médico e vereador de Belém

sexta-feira, 22 de março de 2019

Pesar pela morte de Carlos Couto, médico e vereador de Belém

Couto: médico e político com atuação destacada
Faleceu na tarde da última terça-feira (19), o ex-vereador Carlos Alberto Oliveira do Couto. Eleito em 1974 pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Carlos Couto foi reeleito em 1978, sempre com votação expressiva. Médico de formação, o parlamentar empenhou-se na criação da Secretária Municipal de Saúde, instituída pelo então prefeito Almir Gabriel. 

Carlos Couto era leitor assíduo do Ver-o-Fato e sempre manteve, durante sua vida parlamentar, um vínculo de respeito e amizade com o editor do blog, o repórter Carlos Mendes, que cobriu por vários anos a atuação dele como médico do PSM e também as atividades de Couto na Câmara Municipal de Belém, onde desempenhou mandatos voltados às classes populares. 

Em nota, a Câmara Municipal de Belém ressalta que, "graças a projeto de sua autoria, os garis do município passaram a receber taxa de insalubridade. Carlos Couto foi um devoto da medicina, tendo sido, como médico, servidor público concursado, com atuação no estado e no município, com passagens pelo Instituto Médio Legal Renato Chaves e pelo Pronto Socorro Municipal". 

"Já aposentado, continua a nota, atuava em sua profissão, no interior, como integrante do programa Mais Médico. Nascido em Belém, a 28/7/1939, Carlos Couto estava internado, com problemas circulatórios, há um mês. Morreu aos 79 anos. 

A Câmara Municipal de Belém, ao solidarizar-se com o sentimento da família, neste momento de perda, também deixa registrado a consternação pela partida de um de seus mais dignos representantes, que soube honrar este Poder ao servir à população em sua vida parlamentar e profissional". 

O Ver-o-Fato também se solidariza à família de Carlos Couto. Paz à sua alma.


Nenhum comentário:

Postar um comentário