VER-O-FATO: Convênio com banco da China garante investimentos de US$ 50 milhões em 12 municípios do Pará

sexta-feira, 8 de março de 2019

Convênio com banco da China garante investimentos de US$ 50 milhões em 12 municípios do Pará

Os deputados compareceram ao ato de assinatura do convênio


O presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), deputado dr. Daniel Santos, assim como os deputados Delegado Caveira, Delegado Nilton Neves, Eraldo Pimenta, Hilton Aguiar, Orlando Lobato, Ozório Juvenil, Professora Nilse, Raimundo Santos, Wanderlan Quaresma e Miro Sanova estiveram presentes, na tarde de ontem, no Palácio do Governo para a assinatura de contrato de convênio com o New Development Bank (NDB), banco multilateral com sede na China para a concessão de empréstimo de US$ 50 milhões. O valor será aplicado em 12 municípios da área de influência da Rodovia Cuiabá - Santarém.


Segundo o presidente da Casa Legislativa, esse convênio trará benefícios aos municípios que necessitam de mais desempenhos nas funções que atendam a carência da população. “As regiões mais distantes precisam da presença do poder público e esta é uma forma de se fazer presente, levando desenvolvimento aos municípios. A Alepa contribuirá para estas ações nas aprovações das proposições que auxiliam a população”, enfatizou o presidente da Alepa.

O governador Helder Barbalho explicou que os 12 municípios que serão beneficiados com os recursos do empréstimo ganham um novo olhar do poder público. “Desejamos construir um novo tempo para a população de todo o estado, seremos um governo com a capacidade de compreender os desafios e, acima de tudo, um governo próximo de cada região, trabalhando por todo o Pará. Hoje, temos a oportunidade de contratar dois empréstimos que permitirão investimentos de mais de 200km de pavimentação e saneamento para estas cidades”, acentuou o governador.

Os municípios beneficiados serão: Anapu, Brasil Novo, Itaituba, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfirio, Rurópolis, Novo Pregresso, Uruará e Trairão.

“Este governo tem sido um governo presente, é motivo de orgulho ser contemplado, há uma diferença em poder acreditar num governo que vem dando respaldo a população das regiões tão distantes da capital do Estado”, frisou o prefeito de Pacajá, Chico Tozetti, presidente da Associação dos Municípios das Rodovias Transamazônica, Santarém- Cuiabá e Região Oeste do Pará (Amut) e também vice-presidente Federação das Associações dos Municípios (Famep).

O acordo – O acerto com o NDB está somado ao convênio feito pelo governo do Estado em fevereiro, em Brasília, com a Corporação Andina de Fomento (CAF), banco de desenvolvimento da América Latina. Os recursos serão utilizados na melhoria de sustentabilidade nos municípios da região do Xingu. No total, serão 51 municípios que receberão investimentos através das duas operações. (Fonte: assessoria de imprensa e divulgação da Alepa, texto de Andrea Santos)

Visite o site da ALEPA em:
alepa.pa.gov.br



4 comentários:

  1. Uma boa notícia para esses municípios do Oeste do Pará que ficaram abandonados pelo ex governador Tucanalha corrupto Jateve durante os quase 20 anos a frente do executivo estadual.
    Mas graças a Deus está realidade está mudando neste governo presente.
    Parabéns aos deputados da ALEPA e o governador Hélder!

    ResponderExcluir
  2. Essa figura que se assina Revoltado, deve ser um dessas centenas de Aspones desse governo. Deve ser um Assessor III, que ganha em torno de oito salários para não fazer quase nada. No estilo que tinha o ex-governador. E nós contribuintes é que pagamos eles. Inclusive eu como micro empresário que trabalha sem poder folgar, só pra pagar impostos.

    ResponderExcluir
  3. Será que vai sair o aumento dos policiais ou vai ficar no banho Maria,como na gestão passada só conversa pra boi dormir

    ResponderExcluir
  4. Novos milionários surgirão no interior do Pará. Não demora para surgirem os ricaços. Para a população ficarão as contas para serem para enquanto os premiados fazem a festa. Este filme é velho, o enredo é conhecido o que muda um pouco são os premiados com o OSCAR! Lembro que não sou viúva do ex-quase-futuro padrinho do atual cargo de chefe do executivo.

    ResponderExcluir