VER-O-FATO: Sem leito em hospital, "seu" Oscar morre na UPA da Sacramenta.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Sem leito em hospital, "seu" Oscar morre na UPA da Sacramenta.

Oscar Colares dos Santos, 82 anos, hipertenso, diabético e amputado, não conseguiu um leito de hospital e faleceu nesta tarde de quarta-feira, na UPA do bairro da Sacramenta, onde ficou por quase 15 dias.
A família recorreu à Defensoria Pública e ao Ministério Público para ver se ele conseguia a internação. Não houve tempo para nada.

Mais uma vítima do caos na saúde pública em Belém. E, porque não dizer, do Pará.

A Terra Firme, onde ele morava e era muito conhecido, chora a morte de quem ajudou a abrir ruas, vielas e passagens pelo bairro. 


2 comentários:

  1. Dinheiro para construir e aparelhar vários hospitais e unidades de saude não falta, porem falta honestidade e competência para direcionar e empregar os valores e livrar as familias desse sofrimento. Essas noticias trazem prazer e alegria a esses mafiosos da saude po isso temos que lutar para acabar com a alegria desses parasitas.

    ResponderExcluir
  2. Tem muitos pacientes morrendo nessas UPAs devido a falta de especialistas e amparato tecnicos, principalmente fiscalização de orgãos de órgãos competentes,muitas das vezes o paciente entra com uma doença e pelo fato de infecções no ambiente,contrai outra e vem a óbito.Normalmente quando um paciente chega nessas UPAS e não são logo tranferidos do local ,morrem....o Secretario de Saùde fez concurso para medico só que te agora não chamou ninguém,só faz contratar e inrrolar os que fizeram concurso

    ResponderExcluir