VER-O-FATO: Secretaria de Educação de Ponta de Pedras rebate denúncia de vídeo sobre insetos em escola e promete apuração

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Secretaria de Educação de Ponta de Pedras rebate denúncia de vídeo sobre insetos em escola e promete apuração

O secretário Edgar Maia Costa diz que vai apurar os fatos envolvendo a escola


Em nota enviada ao Ver-o-Fato, a Secretaria Municipal de Educação de Ponta de Pedras, no Marajó, rebate as informações contidas no vídeo em que um morador da localidade de Tartarugueiro denuncia e exibe baratas em sacos de alimentos e aranhas pelas paredes da escola "Bento Miranda". 

Segundo a nota, as escolas ribeirinhas, como a citada, ainda se encontram em recesso e o ano letivo só começa no próximo dia 1º de março. Em razão disso " não atende no momento alunos da rede municipal e ainda não houve distribuição de merenda escolar para a região da qual a escola faz parte".

O secretário de Educação, Edgar Augusto Maia Costa, que assina a nota, informa ainda que a denúncia será apurada, pois " o prédio é alugado com os pagamentos em dia e passará por adequação e limpeza antes do início do ano letivo 2019". Ele acrescenta que o local onde funciona a escola "Bento Miranda também "é cedido para funcionamento de turma do sistema modular do ensino estadual".

E mais: " a gestão da escola também será notificada para apuração dos fatos, já que o produto exibido no vídeo é uma marca de aveia que não é distribuída desde 2017 (doc.em anexo), causando estranheza seu estoque na escola por tanto tempo, já que há até rodizio de merenda no grupo dos responsáveis de escola, justamente para evitar desperdícios".

Veja, abaixo, a íntegra da nota e os anexos contendo a distribuição dos itens que compõem a merenda escolar nos meses de agosto e setembro de 2018:

ESTADO DO PARÁ - PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA DE PEDRAS
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Ofício n° 080/2019- Gab . Sec.

Caro jornalista Carlos Mendes,


A Secretaria de Educação de Ponta de Pedras, arquipélago do Marajó, vem de forma oficial prestar informações sobre postagem veiculada em 25 de fevereiro no seu reconhecido Blog Ver-o-Fato sobre insetos em merenda na Escola “Bento Miranda”, na vila quilombola de Tartarugueiro.

Primeiramente, esclarecemos que as escolas ribeirinhas – como a referida - encontram-se em recesso escolar com início do ano letivo 2019 previsto para o dia 01 de março próximo, portanto, não atende no momento alunos da rede municipal e ainda não houve distribuição de merenda escolar para a região da qual a escola faz parte.

A denúncia do vídeo será apurada, já que o prédio é alugado com os pagamentos em dia e passará por adequação e limpeza antes do início do ano letivo 2019, mas também é cedido para funcionamento de turma do sistema modular do ensino estadual.

Importante, ressaltar, que a gestão da escola também será notificada para apuração dos fatos, já que o produto exibido no vídeo é uma marca de aveia que não é distribuída desde 2017 (doc.em anexo), causando estranheza seu estoque na escola por tanto tempo, já que há até rodizio de merenda no grupo dos responsáveis de escola, justamente para evitar desperdícios.

Destacamos que a Secretaria mantém nutricionista que acompanha o processo da merenda desde a saída do fornecedor até sua entrega nas escolas, onde são inspecionadas as condições de distribuição e recebimento nas mesmas, assim como, o Conselho de Alimentação Escolar que também verifica os produtos adquiridos e distribuídos no programa de merenda escolar. Portanto, afastamos totalmente qualquer possibilidade de estarmos fornecendo merenda para nossas escolas nas condições apresentadas.

Por fim, consideramos relevante informar ainda que a atual gestão durante a "transição" de governo ocorrida em 2017, recebeu o Sistema de Ensino Municipal com dívidas de toda a ordem: folhas de pagamento de dezembro e décimo terceiro a serem pagos, fornecedores, contas de luz e até no cartório de registros existia dívida. A triste realidade ocorreu também com as 53 escolas da rede que ficaram sem serviços de reforma por mais de 4 anos.

Em pouco mais de dois anos, não temos pendências nas folhas de pagamentos e nem com fornecedores. Também tivemos ações e reformas em 16 escolas e a construção de mais duas nas comunidades mais remotas do município, mostrando que não temos intenção de abandonar ninguém.

A Semed Ponta de Pedras, roga por seu direito de apresentar sua defesa e não tem dúvidas que o site jornalístico dará o encaminhamento correto a esta resposta, sempre contemplando a verdade, o direito de imprensa, ampla defesa e o amplo exercício ao estado democrático de direito.

A Semed de Ponta de Pedras coloca-se à disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessário.

Edgar Augusto Maia Costa
Secretário Municipal de Educação
Dec.003/2017

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário