VER-O-FATO: Nunca diga morra a um paraense; ele pode ser seu governador

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Nunca diga morra a um paraense; ele pode ser seu governador

https://soundcloud.com/carlos-andr-mendes-1/whatsapp-audio-2019-02-24-at-111001-online-audio-convertercom

Em Manaus, os paraenses que lá residem criaram um bloco de carnaval chamado VIP's - Vindos do Interior do Pará. A maioria dos integrantes é de Santarém e eles têm uma música (ouça, acima, depois de baixar o link), cuja letra faz alusão ao atual governador do Amazonas, o santareno Wilson Lima, é a seguinte:

"O Meu pai dizia, o velho confirmou, nunca diga morra a um paraense porque ele pode ser seu governador

Eu vim do meu Pará por falta de opção

Quando aqui cheguei, por instante me senti na solidão

Mas veio a superação, Manaus me estendeu à mão

Amazonas, terra de oportunidades, aonde até o governador pode ser de outra cidade (bis)

O Negao disse morra, mas se arrependeu, teve a eleição e de um Paraense ele perdeu!(bis)

O Meu pai dizia, o velho confirmou, nunca diga morra porque o paraense pode ser seu governador (bis)".

O crédito é do Valtinho.

Quem é o governador do Amazonas

Wilson Lima é jornalista, de 42 anos, e nasceu na cidade de Santarém, no Pará. Os conhecimentos adquiridos no curso de Gestão Turística lhe renderam o convite para ser assessor técnico da Secretaria de Turismo da Prefeitura de Itaituba, onde atuou por quatro anos. Ele já atuou como locutor comercial e apresentador de um programa jornalístico no Pará.

A mudança definitiva para Manaus ocorreu em 2006, quando foi convidado para ser repórter de TV em uma emissora local. Neste período, iniciou o curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo e também apresentava um programa de rádio. 

Em 2009, exerceu a função de mestre de cerimônia na Prefeitura de Manaus. Em 2010, assumiu novamente a apresentação de um programa de TV, onde permaneceu até tornar-se candidato. 

Antes dele, o Pará teve outro governador no Amazonas, Eduardo Braga, nascido em Belém, hoje senador.


Nenhum comentário:

Postar um comentário