VER-O-FATO: Multidão acompanha enterro do vereador "Gordo do Aurá"

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Multidão acompanha enterro do vereador "Gordo do Aurá"




Enquanto a polícia trabalha com várias linhas de investigação para apurar o crime, a população do bairro do Aurá, em Ananindeua, lotava as ruas na manhã deste sábado para acompanhar o enterro do vereador Deivite Wener Araújo Galvão, o Gordo do Aurá.


Ele foi executado com 14 tiros por homens encapuzados no bairro da Pedreira, em Belém, na tarde da última quinta-feira. Em um vídeo divulgado nas redes sociais, moradores empunham balões brancos, seguindo o cortejo fúnebre, ao mesmo tempo em que um carro-som executa músicas no estilo tecnobrega, citando o nome de Deivite Galvão.

A BR-316 ficou engarrafada por mais de duas horas durante a passagem do cortejo. Pessoas a pé, de motocicleta e bicicleta, dirigiram-se até um cemitério de Marituba, para o sepultamento. 
O enterro saiu do local conhecido por Galera do Aurá (GDA), criado pelo vereador. "Gordo do Aurá" era ligado ao tráfico de drogas em Ananindeua e também tinha ficha policial por envolvimento com homicídio.

Ele estava no segundo mandato político na Câmara Municipal de Ananindeua. 

3 comentários:

  1. Complementando as informações sobre o Gordo do Aurá, ele era da base de apoio do ex governador Tucanalha corrupto Jateve e correligionário do candidato poste do ex governador Tucanalha que concorreu e perdeu a eleição para governador e também pertencia ao mesmo partido do candidato poste do ex governador, o partido DEM.

    ResponderExcluir
  2. Lamentável a morte desse vereador, que se junta ao carnavalesco do Rancho não posso me Amofiná, também executado à luz do dia. A ousadia desses criminosos é de arrepiar. Eles debocham do marketing desse governo falastrão, igual ao que se foi. Mal comparando com a execução da também vereadora Mariele, no Rio de Janeiro. Ela foi assassinada à noite, mas o vereador de Ananindeua, foi e executado durante o dia e, em uma movimentada Avenida. Na cara dura, como foi executado o vice presidente do Rancho. O que fazer? Outro dia, assaltantes roubaram um guarda do Banpará, ao lado do Comando Geral da Policia Militar, até hoje não foram presos. É muita ousadia, meu caro jornalista! Estamos no 2o mês do ano e quase dez agentes de segurança já foram mortos. O estado parece sem controle, em relação a criminalidade. Entra governador e sai governador e tudo como dantes, no quartel de Abrantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse vereador que o Anônimo das 22:58 fala e o Traficante que a matéria se refere né? Assim como os outros citados, colheu e plantou.

      Excluir