VER-O-FATO: Bandidos explodem cofre da Caixa Econômica em Mãe do Rio e incendeiam carreta

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Bandidos explodem cofre da Caixa Econômica em Mãe do Rio e incendeiam carreta


O bando queimou essa carreta na BR-010

Uma quadrilha de 10 assaltantes atacou a agência bancária da Caixa Econômica Federal em Mãe do Rio, na noite de ontem, 29. Eles usaram explosivos para abrir o cofre principal e saquear o dinheiro. Na fuga, o bando chegou a levar reféns.

De acordo com a Polícia Civil, a ação criminosa foi por volta de meia noite e durou cerca de 40 minutos. Os assaltantes dispararam para o alto na cidade e pagaram pessoas como reféns, que foram posicionadas em frente à agência para evitar a ação da polícia. 



No banco, havia um cofre intermediário e caixas eletrônicos que não foram saqueados, apenas o cofre principal. Depois de consumar o roubo, os assaltantes seguiram em direção à comunidade Turmalina, pela estrada da Ponte Nova, no sentido de Capitão Poço.

Uma carreta foi incendiada na BR-010, no acesso à cidade. Os reféns foram liberados na estrada e passam bem. As polícias Civil e Militar buscam os assaltantes.

A equipe da Polícia Civil de Mãe do Rio foi ao local do crime e recolheu projéteis de fuzil usados pelo bando. Policiais da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos e Antissequestro foram acionados para se deslocar à cidade.

Carreta queimada na BR

Bandidos mobilizados para assaltar cidades interioranas do Para, naquilo que hoje se denomina "Novo Cangaço", atearam fogo em uma carreta, nesta madrugada, no km 285, entre os municípios de Mãe do Rio e Ipixuna do Pará, na rodovia Belém-Brasília.

O advogado Ismael Moraes, que mandou a foto da carreta incendiada para o Ver-o-Fato, observou a ausência de policiais rodoviários federais ou mesmo do Detran daqueles municípios no local. “Quando é para multar, eles logo surgem”, resumiu Moraes. (Do Ver-o-Fato, com informações de Ismael Moraes e G1 Pará)

Um comentário:

  1. O crime organizado toma conto do nosso Estado e do País e o ministro da justiça, o facista Moro, reluta em mandar a força nacional para ajudar no combate da criminalidade em nosso Estado.E o cúmulo do absurdo é que os eleitores desse presidente facista, o elegeram com a promessa do mesmo combater a criminalidade, o que foi uma pura enganação, vejam o que acontece em Fortaleza-CE, aqui no Pará o governador Hélder, está fazendo tudo o que está ao seu alcance para combater a criminalidade que se instalou há mais de duas décadas durante a gestão do ex-governador tucanalha jateve.

    ResponderExcluir