VER-O-FATO: Janeiro 2019

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Ministro anuncia construção de 3 novas ferrovias, mas nem fala no Pará: e aí, Helder?


O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou em um vídeo (acima) publicado nas redes sociais do ministério, no último sábado, que o governo planeja lançar três novas concessões de ferrovias até o início de 2020, num “programa ambicioso, mas possível”. O primeiro trecho a ser concedido, em março, deverá ligar Porto Nacional, no Tocantins, a Estrela D’Oeste, em São Paulo, integrando uma conexão entre os portos de Itaqui (MA) e Santos (SP).

Renan despista e diz não querer a presidência do Senado. E aqui, Jader o apóia sem piscar


Podem apostar - a menos que anuncie ainda nesta semana a retirada de seu nome da disputa - que Renan Calheiros, envolvido em vários casos de corrupção e personagem principal da Lava Jato por recebimento de suposta propina paga a ele e ao senador paraense Jader Barbalho pelos construtores da usina de Belo Monte, é candidatíssimo, mais uma vez, à presidência do Senado.

domingo, 20 de janeiro de 2019

O cretino está solto: nas redes sociais e ruas



Carlos Mendes

A cretinice está solta e ninguém segura. Há tempos, ela faz sua própria rebelião. Como já previra o anjo pornográfico Nelson Rodrigues, essa rebelião consiste em deturpar o óbvio ululante. Mas não é só isso: também pretende construir sua própria moral, que é a moral do bordel.

Se não fizeram o que podiam ter feito, quando tiveram as rédeas nas mãos, então que ninguém o faça, porque não será permitido. No Brasil de hoje, transbordando problemas econômicos e sociais – 13 milhões de desempregados, saúde caótica, educação da pior qualidade, criminalidade aterradora –, o que faz o cretino? Resposta: alimenta-se da distopia e aposta no quanto pior melhor. É sua zona de conforto.

sábado, 19 de janeiro de 2019

Justiça do Trabalho vê irregularidades em chapa e afasta Carlos Xavier de eleição na Faepa

Para a juíza, chapa de Xavier está irregular
A juíza da 4ª Vara do Trabalho da comarca de Belém, Erika Vasconcelos de Lima, proferiu despacho no final da tarde de ontem, sexta-feira 18, julgando procedente e cassando o registro da chapa “Novo Pará, Novo Brasil” encabeçada por Carlos Xavier, atual presidente, que concorreria à reeleição à Federação da Agricultura do Pará - Faepa. Xavier está há 30 anos no cargo. 

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Paulitec não recebe um centavo do Estado enquanto não explicar maracutaia em obra no Parque do Utinga

Mendes: nada sai dos cofres públicos até final de auditoria
A coisa está feia para o lado da Construtora Paulitec, envolvida em maracutaias e superfuramento na obra do Parque do Utinga. O novo auditor Geral do Estado, Giussepp Mendes e o secretário Adjunto de Cultura, Bruno Chagas, pressionaram o representante da construtora Paulitec, empresa responsável pela obra, na tentativa de esclarecer dúvidas sobre o emprendimento, levado adiante e inaugurado durante o governo tucano de Simão Jatene. 

BNDES abre "caixa preta " e divulga listão dos maiores devedores: Vale e Norte Energia entre os primeiros

A "caixa preta" foi aberta. Veja no final da matéria o listão dos 50 maiores devedores

A Vale, que explora o minério de ferro do Pará e aufere lucros astronômicos, enquanto o Estado patina na pobreza, violência desenfreada e é vítima de graves crimes ambientais, está entre as quatro maiores empresas devedoras do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O terceiro lugar é de outra gigante que também mantém altos negócios no Pará, a Norte Energia, que administra as hidrelétricas de Belo Monte e Tucuruí.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

A Celpa e a luz paga de Maria Raimunda


A respeito de denúncia feita ontem aqui no blogue a propósito de prejuízos sofridos pela senhora Maria Raimunda Ribeiro de Amaral, residente no Distrito Industrial, em Ananindeua, que pagou a luz atrasada e não teve a energia elétrica restabelecida no tempo devido, mesmo desembolsando o valor da taxa de religação, a direção da Celpa enviou ao Ver-o-Fato, agora à tarde, o seguinte posicionamento: 

Governos do PT e PSDB no Pará fizeram disparar taxas de homicídios


Nos governos de Ana Júlia Carepa (PT) e Simão Jatene (PSDB), as taxas de homicídios no Pará sofreram uma variação de 74%, chegando aos níveis alarmantes de hoje, quando sair de casa e saber se  volta vivo é uma aflição permanente. Números do IBGE apontam que no governo de Ana Júlia, as taxas de mortes, quando ela assumiu o governo, estavam em 29 para cada 100 mil habitantes. Quando saiu do governo, no final de 2010, as taxas haviam disparado para 46,4.

Reforma da Previdência e outros temas polêmicos, no "Linha de Tiro", esta noite, com a professora Eliana Teixeira

Eliana Souza Franco Teixeira, a convidada do "Linha de Tiro", hoje, ao vivo


No “Linha de Tiro” desta noite, a partir das 20 horas, ao vivo, o programa vai falar sobre a polêmica reforma da Previdência. Ela vai melhorar as contas públicas? Vai piorar? E os direitos dos aposentados e dos que ainda vão se aposentar, como ficam? Além desse e de outros temas, como a situação dos direitos humanos no Brasil, especialmente no Pará, o programa abordará as novas perspectivas para a formação em Direito a partir das novas diretrizes curriculares para os Cursos de Graduação em Direito.

"Luzes do Medo", relatos inéditos sobre o fenômeno que aterrorizou populações nos anos 70, será lançado dia 15 de março

 


O livro "Luzes do Medo" - O relato de um repórter que esteve presente na Operação Prato. A maior missão militar secreta já realizada para pesquisar UFOs -, de autoria do jornalista Carlos Mendes, será lançado no próximo dia 15 de março em Curitiba (PR), durante o XXIV Congresso Brasileiro de Ufologia. Posteriormente, ele será lançado em Belém e em outras cidades. O livro, como diz o autor na apresentação, não é uma obra de ficção e qualquer coincidência com a realidade é mera semelhança. Seus personagens são pessoas de carne e osso, medo e coragem. Certezas, dúvidas, crença e ceticismo. Cada um deles, dentro da estória na qual é protagonista, tem uma experiência inesquecível a relatar. O preconceito que encarou, o isolamento que sofreu, até o rótulo de loucura.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Helder no gabinete de Sérgio Moro: governador posta no twitter e recebe resposta do advogado Ismael Moraes sobre matéria do Ver-o-Fato

A matéria do Ver-o-Fato, postada esta tarde, mostrando a estreita vinculação política entre o novo presidente da Alepa, o deputado dr. Daniel e o vereador-traficante "Gordo do Aurá", repercute no gabinete do ministro da Justiça, Sérgio Moro, onde se encontrava o governador Helder Barbalho, durante audiência em que Helder solicitava o envio de 500 homens da Força Nacional de Segurança ao Pará com o objetivo de combater as forças do crime organizado.

Dr. Daniel, novo presidente da Alepa, e "Gordo do Aurá": a parceria política que deu certo e colhe bons frutos

 
Dr. Daniel e "Gordo do Aurá": parceiros eleitorais


O vereador Deivite Wener Araújo Galvão, conhecido por "Gordo do Aurá", é uma figura controvertida. Traficante de drogas em Ananindeua, onde é conhecido por tocar o terror entre os viciados que fazem a cabeça e não pagam, ele também é um político muito querido e adotado por cardeais do PSDB e, agora – pasme quem quiser – também pelo MDB. “Gordo do Aurá” anda nas nuvens, nos últimos tempos, pois seu nome, ou melhor, apelido, adoça a boca de políticos do alto escalão, inclusive do governo de Helder Barbalho, como já ocorreu no do tucano, Simão Jatene.

Pagou e não tem luz: Celpa diz que mudou. Pra pior

Realmente, a Celpa usa e abusa do seu direito de fazer o que bem entende no Pará. Tudo sob as barbas omissas do Ministério Público, que nada faz, e da tal de Arcon, agência reguladora que regula coisa nenhuma. A vítima, agora, é a senhora Maria Raimunda Ribeiro de Amaral, residente no Distrito Industrial, em Ananindeua.

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Bolsonaro assina decreto que facilita posse de arma de fogo

Bolsonaro,  ao assinar o decreto: "cidadão de bem terá paz dentro de casa
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou nesta terça-feira, 15, decreto que altera regras para facilitar a posse de armas de fogo, ou seja, a possibilidade de o cidadão guardar o equipamento em sua residência ou estabelecimento comercial. É a primeira medida do presidente em relação ao compromisso de campanha de flexibilizar o acesso da população em geral às armas. Bolsonaro já afirmou que futuramente flexibilizará também o porte, isto é, a possibilidade de deslocamento da arma.

Celpa cobra contas absurdas, aterroriza Vila do Beja e faz vítimas pedirem socorro a Sérgio Moro




Um vídeo entregue ao Ver-o-Fato revela a que ponto chegaram as cobranças abusivas feitas pela Celpa de suposto consumo de energia elétrica de consumidores. Analfabeta, trabalhadora da roça, que não ganha sequer o salário mínimo, com oito filhos e passando necessidades, a mulher é cobrada pela Celpa e obrigada a pagar, sob ameaça de prisão, R$ 4, 7 mil. Outra consumidora, que faz serviços gerais, também está na mesma situação, acusada de “fazer gato”. A terceira – aos prantos no vídeo acima -, não sabe o que fazer para pagar R$ 24 mil. 

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Cientista que ajudou a descobrir DNA perde honrarias após dizer que 'raça e inteligência estão conectadas'

Imbecilidade científica de Watson: "brancos mais inteligentes que negros"


Um dos maiores laboratórios de Nova York, nos EUA, cortou relações com um cientista americano que ajudou a descobrir o DNA — e por isso venceu o Prêmio Nobel —, James Watson, de 90 anos, após comentários racistas. Em um documentário recém-divulgado pela emissora americana PBS, ele afirmou que "raça e inteligência estão conectadas".

A desapropriação do Hospital Geral de Paragominas: governo Jatene é caso de polícia

Ismael Moraes – advogado socioambiental *

No dia 18/12/2018, o então governador Simão Jatene baixou o Decreto Estadual nº 2.304 declarando de utilidade pública para fins de desapropriação o Hospital Geral de Paragominas. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) argumenta que há “urgência na imissão na posse” de referido bem, na ação proposta no dia seguinte à publicação do Decreto.

domingo, 13 de janeiro de 2019

Pará e Ceará: facções criminosas fazem o que bem entendem e desafiam governos

Acima, juizado de Fortaleza sob bomba. Polícia tem barra pesada


O Pará e Ceará não têm paz e vivem dominados pela violência, que explode e não poupa ninguém. Em Belém, por exempolo, seis policiais militares foram assassinados em apenas 13 dias do governo Helder Barbalho. O governador foi ao enterro de um dos PM mortos, em Icoaraci, o que demonstra sua preocupação com o estado de coisas. A polícia daqui tenta se articular para enfrentar aquele que já é seu maior desafio: diminuir os elevados índices de criminalidade, extermínios e execuções, inclusive de policiais. 

Pegaram o terrorista Battisti

Battisti usava barba postiça e estava em Santa Cruz de la Sierra

A prisão do italiano foi confirmada pela Polícia Federal do Brasil na madrugada deste domingo (13). Segundo o jornal italiano Corriere Della Sera, Battisti caminhava por uma rua de Santa Cruz de la Sierra quando foi abordado pela Interpol e por agentes bolivianos. Usava uma barba falsa e tinha com ele um documento de identidade com seu nome e data de nascimento. Battisti estava sozinho no momento da captura, por volta das 17h de sábado (19h no Brasil).

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Está na hora de dinamitar, implodir o estádio "Mangueirão". Faça isso, governador Helder

"Mangueirão": bonitinho por fora, mas ordinário e perigoso por dentro

Carlos Mendes - Editor do Ver-o-Fato
 
Empurraram com a barriga, enganaram os torcedores. Fizeram remendos aqui e ali, mas a verdade é uma só e, faz tempo, não engana mais os que amam o futebol paraense: o Estádio Olímpico do Pará, que também tem os nomes de “Alacid Nunes”, “Jornalista Edgard Proença”, ou popularmente "Mangueirão", tem que ser imediatamente, impiedosamente, inexoravelmente, dinamitado, explodido, implodido, qualquer coisa desse tipo. 

Crimes ambientais: projeto de juiz do Pará vencedor de prêmio nacional obriga infrator a recuperar área degradada


Para o juiz Márcio Bittencourt, "infratores pagam multas irrisórias

Condenação e penalidades mais duras para empresas e pessoas que cometem crimes contra o meio ambiente. A iniciativa, posta em prática no Pará, assegurou a Márcio Teixeira Bittencourt o Prêmio Innovare na categoria juiz em 2018. Em atividade na 2ª Vara Cível de Marabá, o magistrado é o idealizador do Plano de Execução Civil Ambiental, ação que determina, além do pagamento de multa, o replantio de espécies nativas. 

Com ida a Caracas, PT demonstra continuar refém da sua ala mais sectária

Gleise rende honras ao ditador: ruptura de princípios da história do PT

 Mathias de Alencastro - cientista político

Talvez a maior especificidade do avanço ultraconservador no Brasil tenha sido o engessamento do principal partido da social-democracia. Se os trabalhistas britânicos lançaram as bases de uma refundação e os socialistas franceses entraram em via de extinção, o PT continua tendo a maior bancada, mas segue avesso a qualquer tipo de renovação. É o pior dos dois mundos.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Governos do Pará e federal, os primeiros atos e polêmicas: esta noite, no "Linha de Tiro"; e tem Brasília, ao vivo



Com a presença do sociólogo Márcio Ponte e do historiador Elson Monteiro, ambos professores da Universidade Federal do Pará (UFPA), o programa "Linha de Tiro" desta noite de quinta-feira, sob mediação do jornalista Carlos Mendes, terá a estreia e participação em tempo real, na janela interativa, direto de Brasília, do jornalista Val-André Mutran, do blog Corredores do Planalto.

Nos primeiros 100 dias, o espelho do governo Helder Barbalho





É hábito, no Brasil, o governante determinar algumas medidas em seus primeiros 100 dias de gestão. Primeiro, para sinalizar que fará um governo diferente do antecessor. Segundo, para imprimir um estilo de administração, se mais fechado ou aberto.

Governo Bolsonaro prepara indulto humanitário a presos, excluindo condenados por corrupção

Somente presos com doenças graves e terminais terão o benefício


O governo de Jair Bolsonaro prepara um indulto para pessoas condenadas ou submetidas a medidas de segurança, segundo matéria desta quinta-feira do jornal "Folha de S. Paulo". O texto tem sido chamado internamente de “indulto humanitário”, pois deve focar, por exemplo, presos com doenças graves ou terminais.

Cético e polêmico morre padre Quevedo, o homem do "isso non eqziste"

 



Morreu por problemas cardíacos na madrugada de ontem, o jesuíta Oscar González Quevedo, conhecido como Padre Quevedo. Ele tinha 88 anos e ficou popular pelo bordão "Isso non ecziste", repetido por ele incontáveis vezes enquanto apresentou o quadro "O Caçador de Enigmas", que fez parte do "Fantástico", na TV Globo, entre janeiro e maio de 2000 (veja trecho acima, num embate dele com um parapsicólogo). O objetivo — do quadro e de toda a trajetória religiosa de Padre Quevedo — era desvendar fenômenos da natureza e desmascarar charlatões que se aproveitavam da fé das pessoas.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

"O Estado foi criminoso quando desarmou o cidadão sem condições de desarmar o bandido", diz general Santos Cruz

Santos Cruz: "ou o Estado enfrenta o crime organizado, ou vira criminoso"

O ministro da Secretaria de governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, defendeu a posse de arma pelos cidadãos em entrevista publicada hoje pelo jornal "Valor Econômico". Segundo ele, isso não está relacionado só à segurança pública, mas a um princípio de legítima defesa de liberdade individual. "Da sua liberdade de defender o seu patrimônio e sua vida. Se você for ver o Uruguai é um dos países com o maior índice de posse de arma e um dos menores índices de crime", argumentou.

"Dama de ferro do Pará", lutadora do UFC reage no Rio e nocauteia assaltante

Polyana Viana surpreendeu o assaltante: se ele soubesse quem era..


Os ossos cruéis do ofício levaram um assaltante carioca, no último sábado a cometer o maior equívoco de sua vida: ele escolheu como vítima, e se deu mal, uma fera do MMA - combinação de artes marciais - e integrante do UFC, o maior evento de lutas do mundo, a lutadora paraense de São Geraldo do Araguaia, hoje residente no Rio de Janeiro, Polyana Viana. Conhecida entre os lutadores como a "Dama de Ferro do Pará", Polyana reagiu a um assalto à noite, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, e dominou o ladrão que tentava roubar o seu celular.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Confusão na Faepa: disputa entre Xavier e Guedes, pelo comando da entidade, acaba na polícia: denúncia e versões, aqui

Luciano Guedes e Carlos Xavier: disputa eleitoral acirrada

Acabou na polícia, ontem, o começo da disputa entre o atual presidente, Carlos Xavier - no cargo há 30 anos -, e o opositor, Luciano Guedes, pelo comando da poderosa Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), que engloba os pecuaristas e empresários do agronegócio.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Criança de 3 anos fica sozinha em lancha desgovernada no Rio Tapajós, no Pará

Era para ser apenas um passeio no rio, mas por pouco não aconteceu uma tragédia. Uma criança de 3 anos ficou sozinha dentro de uma lancha desgovernada após o piloto da embarcação cair no Rio Tapajós, próximo à Praia Maria José, em Santarém, no oeste do Pará. (Veja no vídeo acima a lancha desgovernada e o resgate da menina).

O Pará que cabe na cidade de São Paulo não é Ananindeua

Nos gráficos, o tamanho do pepino e das guerras a vencer
Pelo tamanho que tem – é o segundo maior estado do país em extensão territorial, com 1. 247 milhão km², e se fosse um país, seria o 22º do mundo em área -, o Pará é sinônimo de desafio para qualquer governante. Tem regiões com diferenças de costumes, cultura, peculiaridades econômicas e ambientais. E uma população que, com folga, cabe toda dentro da cidade de São Paulo.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Moro toma posse e anuncia seus desafios: reduzir corrupção, matança no país e quebrar o crime organizado

Moro assinou termo de posse no MJ
Ciente das limitações, especialmente orçamentárias, de sua pasta, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, em seu discurso de posse aposta no endurecimento das leis para obter êxito no combate à corrupção e ao crime organizado. "Não se combate corrupção somente com investigação", constatou. Por isso, o superministro quer criminalizar o caixa 2, instituir de vez a prisão após a segunda instância, dificultar a libertação de líderes de grupos criminosos, entre outros projetos que enviará ao Legislativo.

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Na posse, Bolsonaro agradece por estar vivo e promete "libertar o Brasil da corrupção e da criminalidade"

Bolsonaro e Michele desfilam em carro aberto, sob forte segurança

“Vamos fazer um pacto nacional entre a sociedade os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário na busca de novos caminho para o novo Brasil”, afirmou Jair Bolsonaro em seu discurso de posse. As falas de Bolsonaro duraram pouco mais de nove minutos durante a solenidade no Congresso Nacional. O presidente e seu vice, general Hamilton Mourão, assinaram às 15h17 o termo de posse para o mandato de 2019 a 2022. "Estou casando com vocês", brincou o 38º presidente enquanto assinava o termo com parlamentares presentes, que o ovacionaram.

Helder, o governador: "que a esperança do povo se transforme em obras, serviços e qualidade de vida"

Em frente do "Lauro Sodré", o discurso de posse


Após 20 anos de reinado do PSDB no estado - interrompidos pelos 4 anos da petista Ana Júlia Carepa no poder - o MDB, chefiado pela família Barbalho, retorna ao comando do Pará. Helder Barbalho, eleito com mais de 2 milhões de votos em outubro passado, tomou posse em meio a grandes expectativas da população e promessas de mudanças na forma de gestão administrativa, sobretudo na área social.

Questões de família


Oscar D’Ambrosio -  
jornalista*

Relacionamentos familiares costumam dar ótimos filmes, ainda mais quando a discussão recai sobre o reestabelecimento de elos perdidos pelos mais variados motivos. O afastamento entre pai e filha é um dos motes de ‘Limites’, dirigido por Shana Feste, com Vera Farmiga e Christopher Plummer nos papeis centrais.