VER-O-FATO: Simão Jatene e o novo chefe do MP do Pará: a caneta que afaga é a mesma que afoga

domingo, 18 de novembro de 2018

Simão Jatene e o novo chefe do MP do Pará: a caneta que afaga é a mesma que afoga

É desse prédio aqui que o ungido pelo governador vai governar o MP
A caneta que eleva ao poder é a mesma que pode sufocar a pretensão de subir. Depende, é claro, de quem a empunha. No caso do governador Simão Jatene, ele terá nas mãos a lista tríplice para decidir, com uma canetada, quem irá comandar o Ministério Público do Pará (MPPA) no biênio 2019/2020, substituindo o atual procurador-geral de Justiça, Gilberto Valente. Martins.

Em final de mandato, Jatene, na disputa passada pela procuradoria-geral do MP, optou pelo segundo colocado na eleição, Gilberto Valente, preterindo o mais votado, o promotor César Mattar. Na eleição do próximo dia 4 de dezembro, Valente concorre à reeleição contra outros quatro adversários, dois deles procuradores de Justiça e outros dois, promotores.

Dos 347 aptos a votar, 316 são promotores, enquanto 31, procuradores. Além de Gilberto Valente, estão no páreo os procuradores  Nelson Medrado e Cândida de Jesus Ribeiro Nascimento, assim como os promotores José Maria Lima Costa Junior e Fábia Melo Fournier. Os eleitores poderão votar por celular, tablet ou computador. Uma novidade no pleito deste ano.

Dentre outras atribuições importantes, o procurador geral-de Justiça do MP tem poderes para promover ação penal contra o governador do estado, prefeitos, secretários de Estado, integrantes da Mesa Diretora e da Presidência da Assembleia Legislativa, juízes de Direito e membros do próprio Ministério Público.

Ou seja, a caneta do chefe do MP também pesa. E muito. A do governador, porém, tem um peso diferenciado, porque ele pode escolher aquele que, amanhã, ironicamente, poderá processá-lo judicialmente.

Resumo da ópera: a caneta que afaga é a mesma que afoga.


11 comentários:

  1. Belo texto Carlos Mendes mas desses candidatos o único confiável e Nelson Medrado! O resto teve teve atuação opaca ou não teve atuação

    ResponderExcluir
  2. Poderá processa-lo?Nao CatCar Mendes, está conjugando o verbo errado, com certeza o Simão Jatene, juntamente com sua filha e o filho BETOCARD,estara e processados e quica presos pois as denuncias são inumeras , faltando tão somente enquadra- lo!, hoje o Diário do Pará na sua manchete principal estava lá:
    Simão,o pendulario, torrou 500 milhões só no seu gabinete cívil nos seus dois mandatos.Se esse procurador geral do Estado fosse realmente guardião das leis e do bem público, esse governador já estava há muito tempo na cadeia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que o Jatene vai começar a torrar a grana dele com advogados, sob pena de tomar um gancho...
      Tem muita coisa pra complicá-lo!!!

      Excluir
  3. O governador torrou R$ 500.000.000,00 com o gabinete civil e o Gilberto Martins não fez nada! Não merece voltar!

    ResponderExcluir
  4. Não deveria ter eleição, pois isto é um jogo de cartas marcadas, todos sabem que o Simão, " o pendulario", vai escolher novamente o procurador-geral que nesse período deixou as coisas correr as frouxas, vê os altos índices de criminalidade no Pará,sem ele ter aberto nenhum processo, é chacinas, fuga de presos, sem falar na educação e saúde quase falidas!

    ResponderExcluir
  5. O curioso é que o Simão jatene não nomeou o César Mattar que foi o mais votado, em vez disso nomeou Gilberto Valente o segundo colocado, isso mostra que o Jatene é parcial em suas decisões, objetivando sempre se favorecer, a sociedade paraense está aliviada pois esse sujeito brevemente estará aposentado e deixará definitivamente a vida pública, pelos péssimos mandatos que fez, e também, por ser reconhecidamente um péssimo avalista, indicando para prefeitura de Belém e Ananindeua políticos da estirpe de zenaldo coutinho e Manoel Pioneiro respectivamente, estes foram indubitavelmente os piores prefeitos da história de Belém e Ananindeua. Jatene, de hoje em diante, toma vergonha na tua cara e te afasta definitivamente da política paraense, vou te dar um Conselho, pega a tua varinha de pescar e vai fazer tua pescaria lá na ilha de japirica, como tú sempre fizeste. Só em uma modalidade tú fostes pior do que como pescador, foi como governador.

    ResponderExcluir
  6. Parece que a eleição para governador em 2022 já começou, Jatene x Hélder.

    ResponderExcluir
  7. Sem falar da manobra realizada por Gilberto mudando a lei objetivando alteração da data da eleição a procurador geral, de modo a ele escolher o governador!

    ResponderExcluir
  8. Felizmente em 2022 o Sr. Jatene vai estar preso

    ResponderExcluir
  9. Tem que mudar tudo, inclusive na susipe, onde há mais de 20 anos esses tucanos não saem. FORA TUCANALHA.

    ResponderExcluir