VER-O-FATO: Força Nacional em Belém? Ela saiu corrida dos morros do Rio

sábado, 3 de novembro de 2018

Força Nacional em Belém? Ela saiu corrida dos morros do Rio

A situação no Pará é gravíssima e não comporta pirotecnia política


É preciso que o governador eleito Helder Barbalho, repense sua proposta de atacar a criminalidade desenfreada que herdará do governo Jatene, chamando a Força Nacional para combater a criminalidade em Belém.

Essa alternativa em nada servirá para reduzir os índices de violência, sobretudo no enfrentamento às facções criminosas como Comando Vermelho, PCC e Família do Norte, que dominam as cadeias e as periferias das maiores cidades paraenses, comandando o tráfico de drogas.

Aliás, no Rio de Janeiro, onde atuou, a Força Nacional foi posta para correr dos morros pelos traficantes. Não deu conta da missão. Prova é que chamaram o Exército. Que, aliás, também não conseguiu êxito, pelo menos até agora.

Polícia se faz com inteligência e tecnologia, não apenas com mais homens armados nas ruas. O resto é discurso vazio e pirotecnia política.
 
Nada de improvisações.


4 comentários:

  1. A força nacional é um auxílio a segurança pública, o verdadeiro combate a violência vem da valorização dos Policiais militares dando-lhes condições e suporte de trabalho, investimento em educação, políticas de inclusão e reinserção social, combate ao tráfico de drogas e geração de emprego e renda, sem esses tópicos levados a sério não tem força nacional que dê jeito.

    ResponderExcluir
  2. Carlos, em nenhum momento Helder mencionou que a força nacional seria a solução para problema tão grave. Agora, ela somará no equacionamento da questão. O curativo é um quando a ferida é simples e outro, quando esta empustulou! Mas dizer que isso é pirotecnia é, no mínimo, ser precipitado. O Governo vai ter que traçar suad estratégias, mas, inicialmente, essa é uma medida acertada e temporária, até que tenhamos níveis "aceitáveis" da violência que campeia em território paraense.

    ResponderExcluir
  3. A força nacional será sim benvinda, blogueiro, além do mais, Hélder fará algo que em nenhum momento esse governador, criminoso , corrupto e cassado fez reconhecer que sem ajuda do governo federal, o Estado nan conseguirá de imediato diminuir com essa carnificina.
    Portanto, a força nacional atuara a partir de 1 de janeiro, junto com as polícias militar, civil e guarda municipal dando pelo menos um alívio para nosso povo.E o povo do Pará confia no governador Helder!

    ResponderExcluir
  4. Agora que o governador corrupto e cassado perdeu as rédeas da administração do Estado, vocês jornalistas, desesperadamente, ficam criticando o governador Hélder que nem assumiu o governo, com se ele fosse culpado por esses quase 20 anos de abandono desse Estado.Francamente , o governador ainda é o jateve, se vocês acharem que ele não está mais dando conta, que vão ao ministério público, denunciem ao procurador geral, para ver se ele faz alguma coisa ou então fale com o candidato fantoche dele perdedor das eleições, atual presidente da Alepa e peça para que ele abra um impeachment, contra governador, está explicado?

    ResponderExcluir