VER-O-FATO: Eu acredito: é o Papão em campo, hoje, com o Sobrenatural de Almeida no ataque, rumo à vitória

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Eu acredito: é o Papão em campo, hoje, com o Sobrenatural de Almeida no ataque, rumo à vitória

Escrevemos estas linhas faltando três horas para o jogo decisivo - para o Paysandu, naturalmente - contra o Figueirense, em Florianópolis (SC). E, mais uma vez, quem entra em campo, no time bicolor, é o "Sobrenatural de Almeida", personagem que o jornalista e dramaturgo Nelson Rodrigues criou para definir a força oculta que decide um partida de futebol quando tudo parece perdido.

O "Sobrenatural de Almeida" fez sua parte na partida contra o Guarani (SP), no sábado passado. Encarnou em Magno e no Perema e fez os dois gols da vitória, mantendo vivo o sentimento do "eu acredito", do torcedor do Papão. O "Sobrenatural de Almeida" é a explicação do inexplicável.

Na noite desta terça-feira, o time paraense entra em campo novamente para deixar pele, sangue, suor e lágrimas no gramado, buscando a vitória do começo ao fim. É o que lhe restou, mas também é a motivação para que o clube faça mais uma vez história. 

O imponderável, diante de tantas adversidades ao longo da Série B, vai dar as cartas. E o "Sobrenatural de Almeida" passeará pelo gramado catarinense, aprontando coisas que o mais mortal dos torcedores não saberá explicar. Nem precisará: basta ver e sentir.

Vale gol contra do zagueiro do Figueirense, pênalti besta, bola batendo no juiz e enganando o goleiro, gol espírita de escanteio. Tudo a favor do Papão, é claro. Que aliás, não tem o direito de errar e fazer besteira, porque já esgotou a cota de pixotadas. Há coisas na vida, como dizia Nelson Rodrigues, que só o "Sobrenatural de Almeida" entende.

Os idiotas da objetividade não vão além dos fatos concretos, da lógica cretina. E não percebem que o mistério pertence ao futebol. Não há clássico e não há pelada sem um mínimo de absurdo, sem um mínimo de fantástico, de inusitado. 

Ou o Paysandu expurga de vez a alma da derrota ou nem vale a pena competir mais. E você, acredita em milagre? Resposta de Nelson Rodrigues, na doçura de viver em outro mundo: "sim, acredito piamente". 

Diz ele: "a meu ver, o fato normal, o fato lógico, o fato indiscutível merece apenas a nossa repulsa e o nosso descrédito. É preciso captar ou, melhor, extrair de cada acontecimento o que há, nele, de maravilhoso, de inverossímil e, numa palavra, de milagre". 

Avante, "Sobrenatural de Almeida". Tu vestes azul e branco, hoje. E farás um gol decisivo - ou mais um - pra gente ver. 


7 comentários:


  1. Belas e aábias palavras
    O papão conjuga o verbo vencer além do infinito
    Será o Benedito, tenho dito !

    ResponderExcluir
  2. Não tem jeito vai ser rebaixado hoje!

    ResponderExcluir
  3. O Instituto Doxa já anunciou que o papão tem 90% de chances de NÃO cair! A pesquisa saiu agora há pouco! Kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Continua torcendo contra o Papão, Revoltado. Errastes novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas ficou adiado,pois a rodada não terminou além do mais não depende só de seus resultados para não ser rebaixado.Portanto da última rodada vai ser confirmado o rebaixamento.

      Excluir
    2. Perfeito, Carlos, foste profético ou tens misteriosa relação com o "Sobrenatural de Almeida". Os ventos parecem ter virado e já acredito na permanência do Papão na serie B. Nilton Atayde.

      Excluir
  5. O Paysandu precisa colocar a mala preta e a branca, no campo dos bastidores, nessas duas ultimas rodadas. E isso fará que não caia. Lembro da mala despejada para alguns jogadores do Remo, que entregaram a Copa Verde. Essa não tem como esquecer nessa década.

    ResponderExcluir