VER-O-FATO: Em Anajás, no Marajó, homem muito doente é transportado em carrinho de mão até hospital

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Em Anajás, no Marajó, homem muito doente é transportado em carrinho de mão até hospital


Com um dos piores índices de desenvolvimento humano do Brasil, o município de Anajás, localizado no centro geográfico do arquipélago do Marajó, é obrigado a conviver todos os dias com as mais abjetas condições sanitárias, exclusão social e níveis africanos de assistência médica.

Um retrato dessa indigência governamental foi testemunhado por populares na manhã desta  sexta-feira (16), segundo um vídeo enviado ao Ver-o-Fato. Na cena, revoltante sob todos os aspectos, um homem, em estado de crítico de saúde, chega à porta do Hospital Municipal de Anajás, transportado num carro de mão - o conhecido "rabo de boi" - por familiares e amigos.

É uma cena patética. O homem, quase desfalecido, está sobre um colchão e envolvo num lençol. É retirado do carro de mão e carregado até a maca do hospital. Pergunta-se: onde estava a ambulância do município para ter ido buscar o doente na residência?

Familiares do cidadão respondem: eles acionaram várias vezes a ambulância da unidade, mas como não foram atendidos, resolveram levar o doente até o pronto atendimento da unidade de saúde.

No vídeo, é possível ouvir a narrativa do familiar, criticando a falta de respeito com os doentes no hospital. Ele também estende a crítica à ausência de um motorista do hospital naquele momento.

É a saúde do Marajó, literalmente ao deus-dará. E transportada em carinho de mão.

Com a palavra, o prefeito de Anajás.

 

Um comentário:

  1. Reflexo da pior gestão de um governo estadual, que há duas décadas destruiu nosso Estado.Mas que o povo nas eleições expurgou do Pará.

    ResponderExcluir