VER-O-FATO: Pesquisa da Doxa põe fogo em eleição no Pará: diferença de Helder para Miranda cai para 7,4 pontos

domingo, 14 de outubro de 2018

Pesquisa da Doxa põe fogo em eleição no Pará: diferença de Helder para Miranda cai para 7,4 pontos

Sem fake news, mas com susto e desconfiança, de um lado, e sentimento de virada, no outro - faltando 14 dias para a eleição - , a Doxa, do cientista político Dornélio Silva, divulgou a primeira pesquisa do segundo turno na eleição para o governo do Pará. E também, no Estado, para presidente da República.

Os números da pesquisa verdadeira, que já agita os concorrentes, apontam que o candidato Helder Barbalho (MDB), na estimulada, obteve 46,8% das intenções de voto; Márcio Miranda (DEM) ficou com 39,4%. Indecisos somam 6,6%; e os que pretendem votar branco ou anular o voto são 7,2%. A diferença de Barbalho para Miranda é de 7,4% de votos.

Na pesquisa espontânea, Barbalho aparece com 39% contra 31,5% de Miranda. E 17,9% não souberam ou não quiseram responder, Os que disseram que anulariam o voto ou votariam em branco, chegaram a 11,5%. A diferença a favor de Barbalho, na espontânea, é  8,5% das intenções de votos. 
Para presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) está com 47,8% e Fernando Haddad ficou com 37,7%. Indecisos são 4,9% e os que pretendem anular ou votar em branco somam 9,5%.

A pesquisa foi registrada no TRE-PA sob o protocolo PA-07843/2018 e foi realizada no período de 10 a 13 de outubro com 1.896 eleitores, entrevistados nas seis (6) mesorregiões do Estado.

O nível de confiança utilizado é de 95% e a margem de erro estimada de 2,25% para mais ou para menos.
A pesquisa foi encomendada pela Gravasom e jornal "A Província do Pará", do Grupo Carlos Santos.

O Ver-o-Fato buscou explicações para a subida de Miranda e a oscilação de Barbalho, que obteve diferença de quase 700 mil votos no primeiro turno sobre o candidato apoiado pelo governador Simão Jatene.

Segundo as análises, a decisão de caciques petistas ligados ao candidato ao governo Paulo Rocha, derrotado no primeiro turno,  de apoiar Barbalho neste segundo turno, teria influenciado os eleitores  que não concordam com essa aliança, migrando seus votos, até entre indecisos, para Miranda. 

Vale lembrar que o próprio senador Paulo Rocha, em entrevista ao portal Roma News, foi enfático ao declarar que ele e o PT jamais apoiariam "golpistas", referindo-se aos Barbalho, por suposta traição e votação a favor do impeachment de Dilma Rousseff.

O efeito dessa decisão da executiva do PT, liderada por Rocha, já se fez sentir nos diretórios do partido em Marabá e Santarém, que condenaram incisivamente o apoio a Barbalho.

Além disso, políticos que apóiam Miranda, surfando na "onda Bolsonaro", também espalharam pelo Estado que o candidato do DEM estimula seus eleitores a votarem no presidenciável do PSL.

A monotonia do primeiro turno, quando Barbalho deu um passeio em Miranda, parece ter desaparecido. Pelo menos nos números apresentados na pesquisa da Doxa.

O que virá nos próximos dias?

Veja, abaixo, os resultados para o governo e presidência da República:    


Estimulada

Espontânea 

 Presidente

 


24 comentários:

  1. Se somarmos os percentuais publicados com a diferença de “erro” do DOXA no resultado da eleição, o que teríamos, em verdade, seria um crescimento do Helder! Mas no vale-tudo das eleições e esperar pra ver! Mais pífio do que o engodo da pesquisa é o engodo da tentativa de “explicar” os números! A explicação é quem está pagando, no caso o PSDB, claro!

    ResponderExcluir
  2. Carlos Mendes, nesta história de apoio de PT e de se sentir ungido por bonsonaro, pra variar a campanha de MM é esquizofrênica! Tenta dizer que vai fazer e acontecer, sem poder criticar tudo o que não foi feito pelos governos de seu padrinho Jatene! Agora tenta pegar carona na onda bonsonaro, enquanto ostentou o apoio dos mais votados deputados do PT! O que falta é bom senso, é coragem, é coerência. Por isso estes números são falaciosos, graciosos...

    ResponderExcluir
  3. O partido dos tucanos PSDB o DEM
    ,sempre foi PSL,votar no Jair vai tar vontando nesses partidos

    ResponderExcluir
  4. Votar no Márcio é votar na insegurança,

    ResponderExcluir
  5. Esperamos que o Helder deixe a corrupção e faça um governo exemplar,e promova concurso publico para Seduc,detran,Sespa

    ResponderExcluir
  6. Esse politico tucano é um charlatão que não que lagar a teta do Estado do Pará,

    ResponderExcluir
  7. Essa sim é uma Fake News!

    ResponderExcluir
  8. Primeiramente ora começar a pesquisa está sendo feito por um instituto que desde a eleição de 2014 está a serviço do grupo do pior governador do Estado do Pará dos últimos tempos o corrupto e cassado Jateve, e pago pelo maior puxa saco de Tucanalha do Pará, o Carlos Santos, então pra começar, a pesquisa ja começa sem credibilidade e outra como de uma semana para outra Hélder que meteu quase 700.000 votos no candidato fantoche, perdeu eleitores?Me explica Carlos Mendes. E se o PT está apoiando o Hélder, quem afirma que os eleitores do PT, vota em Tucanalha? Então essa pesquisa diz que no Pará o PT é amigo do PSDB?Esses argumentos de dizer que o diretório de Marabá e Santarém preferem apoiar o candidato fantoche do governador Tucanalha,merece descrédito essa notícia.
    Concluindo cim certeza A coligação do Hélder, vai questionar a forma tendenciosa e possivelmente criminosa desse instituto e de seu dono que todo o Pará sabe e Tucanalha de carteirinha.E se você está publicando essa pesquisa duvidosa vai alavancar a candidatura do candidato fantoche do pior governador do Estado do Pará dos últimos tempos chamado Jateve, estás muito enganado.

    ResponderExcluir
  9. Só lembrando que esse Instituto Doxa errou nas pesquisas pra senador e acertou no de governador. O ibope errou o de governador mas acertou no de senador. Vejo com reservas as pesquisas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O DOXA só “acertou” que teria segundo turno, porque errou em todos os percentuais dos candidatos, bem fora da “margem de erro”! Errou mais feio ainda, na eleição do Senado, onde o candidato tucano foi defenestrado! Dar credibilidade ao instituto a serviço do PSDB e de Márcio Miranda é muita inocência! Até os tucanos e democratas que não se alinham com a gestão de Jatene já estão levantando voo e se colocando não ao lado de Helder, mas ao lado dos seus eleitores que rejeitam o governo que está aí a mais de década e que querem a mudança!

      Excluir
    2. O instituto Doquinha chutou que teria 2º turno, posto que isso lhe convinha, mas quantos pontos percentuais cravou em Helder? Então, não acertou para Governador e, para o senado, nem preciso comentar, né? Agora, esses dados absurdos dessa pesquisa fajuta! Alguém duvida que no próximo levantamento, eles dirão que há um empate técnico ou que o Márcio passou o Helder? kkkkkk

      Excluir
  10. Bom, como estamos em um País democrático de direito,qual a promessa da Elite,para divulgar essa matéria de fogo estranho do Carlos Santos com seu parceiro Jateve,pra tentar desonerar o candidato a governo, mais votado.Na verdade, oque se tem a falar ou comentar, que essas obras eleitoreira do jateve e zenada em toda Belém,não vai funcionar,porque é o povo que decide através do voto,porque se não, o VER-O-FATO vai ficar igual ao DOXA sem credibilidade,pense nisso!!!

    ResponderExcluir
  11. Como diz Erasmo Carlos: "pega na mentira". É óbvio que Jatene e seus comparsas não vão deixar barato. O 1º passo é lançar essa pesquisa calhorda e inverossímil! Saliente-se que esse instituto errou feio na pesquisa para o senado, colocando Jader em empate técnico com o tucano Flexa, e zequinha lá embaixo. Outrossim, o blog afirmou peremptoriamente que o Ibope errou e, no entanto, a diferença de votos que esse instituto Doquinha deu para Helder foi de 10%. É sério esse instituto? Vamos deixar sair as pesquisas do Ibope e Big Data. Aí sim, teremos uma análise certa e séria da verdade.

    ResponderExcluir
  12. O Pará é uma terra única! Graças ao PSDB, Jatene, Zenaldo, Wlad, Megale, Carlos Santos e sua patota, agora personificados e unidos no candidato Márcio Miranda, temos um cenário notavel no país! Conseguimos um consenso entre eleitores do Bonsonaro e Haddad! A maioria absoluta dos eleitores, mais de 70%, disse NÃO ao continuísmo dessa turma que vem saqueando o Estado ao longo dos últimos 20 anos! Nisto não há dissenso...o resto é engodo de “pesquisa” encomendada pelos opositores da mudança!

    ResponderExcluir
  13. Hoje é dia do professor, mas não temos motivos pra comemorar! Categoria que mais foi desrespeitada, humilhada e desprezada pelos governos do PSDB! A ordem de Jatene tem sido a de nos negar o piso nacional, brigando na justiça com todos os recursos para negar o que é de direito dos professores! A educação no Para só piora segundo o IDEB! As escolas estatuais estão desabando na cabeça de nossos alunos! A merenda é pouca e de péssima qualidade! A pergunta que fica para aqueles que defendem essa corja do PSDB e do Márcio Miranda, é o que foi feito do empréstimo milionário feito com o BIRD, pelo Estado com autorização da ALEPA? Professor que vota no Márcio Miranda, não honra sua profissão, não tem amor ou empatia por seus alunos! Que ano que vem, com um novo governo, tenhamos motivos para comemorar o dia de hoje! #Helder15 na esperança de dias melhores para a educação no Pará!

    ResponderExcluir
  14. Temos que acabar com esses Barbalhos no Pará.

    ResponderExcluir
  15. Com números e cabeça de eleitor a coisa pega. Vejamos: Dos 5.497.589 eleitores, um terço não escolheu nenhum dos cinco candidatos ao governo do Pará. Um universo considerável de quase 1 milhão e 700 mil eleitores. Se a votação do candidato do MDB chegou a 1.825.708 votos, a do candidato do DEM chegou a 1.156.680 votos. Uma diferença de quase 670 mil votos. Seria uma diferença legal se pudesse transferir esses votos para o 2o turno. Mas isso é impossível, por conta de ser uma nova eleição. E, com certeza o vencedor dependerá do índice de Abstenção (que deve aumentar bastante), além dos brancos e nulos. E como ambos não tem militância nenhuma , o jogo está aberto nestas duas longas semanas. Vencerá o candidato que for mais original. Mas uma certeza é certa: A abstenção, os votos brancos e nulos serão maiores que qualquer um dos 2 candidatos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se teu coração não fosse tucano, permitiria que tu fosses racional e verias que tua análise é proveniente de uma visão tacanha e parcial. 2o turno é sim uma nova eleição, mas ao contrário do que vocês, tucanos de bicos quebrados, querem fazer outros acreditar, não começa 0 x 0! A tática de cimpra descarada de votos de 2014, esquece, dessa vez não bai funcionar!

      Excluir
  16. Gente,eu não sei em quem votar? será no Anular( ) ou Branco ( ),ainda tenho minhas dúvidas,mais dia 28 tá chegado ainda tenho tempo pra pensar.

    ResponderExcluir
  17. Que o novo Governador respeite o povo Paraense, e apure logo de imediato essa falta de segurança e peça a Força Nacional, pará em busca dos criminosos que vivem tirando a vida das pessoa através das chacinas nos bairros de Belém (carros:prata, preto, vermelho) segundo CF de 88 não existe pena de morte..

    ResponderExcluir
  18. Perfeito a colocação do anônimo das 14h30, votos brancos e nulos devem ser maiores neste 2o turno. E a abstenção será avassaladora. Os 8 votos de casa serão justificados por conta do feriadão do dia dos comerciários, que nos levará ao nordeste. Assim como nós, que votamos no Paulo, outros se ausentarão. Realmente é uma nova eleição. Os candidatos proporcionais que perderam, não levarão mais seus eleitores até as urnas, querem mais é pagar o prejuízo. Quanto aqueles 60 eleitos, nem metade fará o que fizeram no 1o turno. O eleitor é que se exploda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkk..votaste no Paulo? Ei "anônimo", pensas, tucaninho de bico quebrado e ads "arriada", que os leitores do blog são acéfalos? Kkkkkk

      Excluir
  19. Duciomar e Márcio Miranda, histórias idênticas, apoiados pela tucanalha, a história que querem empurrar na marra no povo paraense.

    ResponderExcluir