domingo, 7 de outubro de 2018

O fantasma de 2014 baixou na eleição de 2018: Helder e Márcio vão disputar segundo turno


O que Helder e os Barbalho mais temiam aconteceu: a eleição para o governo do Pará terá um segundo turno renhido do emedebista contra Márcio Miranda (DEM), o candidato do governador Simão Jatene.
  

O que aconteceu na eleição deste domingo é quase uma repetição da eleição de 2014, no primeiro turno. Só que quatro anos atrás, por pouco, Helder não se elegeu governador. Ele obteve 49,9% dos votos válidos, enquanto Jatene, 48,5%. 

Na eleição deste domingo, o placar final foi bem mais folgado para Helder: 47,8%  dele, contra 30,2% de Márcio Miranda. Como a eleição no segundo turno é uma nova eleição, Barbalho terá que vencer resistências a seu nome em Belém e região metropolitana, além do nordeste, para colocar a faixa de governador no peito.

Miranda, por sua vez, ganha fôlego para costurar novas alianças e arrebanhar os que não marcham com Barbalho em hipótese alguma. Mais uma vez, o apoio do governador Simão Jatene será importante para que Miranda alcance a vitória.

Nos dois casos, tanto Barbalho como Miranda, precisam, antes de tudo, combinar com os eleitores.  

8 comentários:

  1. A Doxa detonou o Ibope. Foi uma eleição enganadora e o Ibope induziu ao erro mais uma vez. Minas e Rio desbancaram Ibope e Datafolha.

    ResponderExcluir
  2. Votei nulo hoje, mas no segundo vou votar nesse Márcio, acho que não deve ser pior do que um Barbalho no poder.

    ResponderExcluir
  3. Tá difícil,agora sim vai ser uma lavagem dia 28,agora o Jatene vai informar,não cateter que de jeito,aguardem

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho certeza, que o Jatene vai preferir ter um piripaque do que passar a faixa do governo para o Helder.

    ResponderExcluir
  5. Essa sua comparação com a eleição de 2014 é surreal, naquele oportunidade Hélder derrotou o governador Tucanalha no primeiro turno e quase vencia no primeiro turno , mas infelizmente com a compra de votos pelo governador criminoso através do cheque moradia reverteu no segundo turno, acontece que nessa eleição Hélder impos uma derrota acochapante no candidato fantoche do governador de quase 700.000 votos e outra que você não mencionou no seu comentário de que Paulo rocha jamais apoiará o candidato fantoche do governador e sim Hélder,na qual inclusive fizersm aliança em 2014. Então querendo ou não Hélder será nosso governador!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse muito bem!
      Flexa, Wlad, Mário Couto e derivados...já se ferraram!
      Agora, falta só desligar os aparelhos do Jatene, Márcio Miranda e similares...! rs

      Excluir
  6. Não, dessa vez a roubalheira não vai ganhar. Helder ganhou em Belém e Ananindeua e vai ganhar de novo.

    ResponderExcluir
  7. Eu acho engraçado, pesquisas erram e acertam. Mais o mais importante seria analisarmos a vida política de cada candidato. Quem está envolvido em quê? E todos os paraenses na urna, decidir em quem votar, essa será a melhor pesquisa. Agora votar em quem tem dezenas de denúncias de corrupção. Até veio alguns dizer que votarão no 17 pra acabar com a corrupção, mais no Pará votaram e votarão nos mais corruptos do país. Vai entender o eleitor.

    ResponderExcluir