VER-O-FATO: Basa, um jabuti estatal na mira de Bolsonaro?

sábado, 13 de outubro de 2018

Basa, um jabuti estatal na mira de Bolsonaro?

O banco acumula prejuízos; e os agricultores, dívidas
Muita gente, sobretudo os de visão estatizante, tremeu nas bases. O presidenciável Jair Bolsonaro, caso eleito, pretende privatizar algumas estatais. Ele disse que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica, porém, estariam de fora.

Fonte do Ver-o-Fato, contudo, ouviu no Rio de Janeiro uma conversa que deve produzir calafrios na Amazônia, especialmente no Pará: o Basa, hoje nas mãos dos Barbalho, dificilmente escapará da privatização.

Contaminado por indicações políticas, o banco sobrevive com a corda no pescoço. Pouco produz, é deficitário e não preenche a finalidade para o qual foi criado: o de desenvolver a Amazônia, financiando o produtor rural, do grande ao pequeno.

Os céus da região vivem lotados de "papagaios" dos inadimplentes. Enquanto isso, o Basa é usado como moeda de troca política. 

Aliás, desvalorizada. 

14 comentários:

  1. Caro blogueiro, fale também dos corruptos do PSDB, não somente da família Barbalho,só podê ser dor de cotovelo,ou alguém estar pagando alto pra falar mal da mesma.

    ResponderExcluir
  2. Certo, concordo com a sua opinião , mas vejo contradições,vamos aos fatos:
    -Se Jáder Barbalho comanda o Banco da Amazônia como voce diz, é porque é o único patlaparlam da Amazônia, que realmente têm influência no governo federal independente de quem é o presidente foi assim antes e será agora que foi reeleito junto com a deputada Elcione, e toda a bancada federal, senadores e maioria dos deputados federais são ligafli a ele.
    Sem falar que os outros deputados federais que não são ligados a ele jamais deixarão de usar sua força política para defender nissn Banco da Amazônia.
    Além do mais temos as bancadas federais dos estafEs da região amazônica além de deputados do Maranhão, onde temos a dafamíl Sarney que ainda é respeitado no cenário político nacional,do Mato Grosso e outros onde o BanxB da Amazônia têm agências.
    Portanto não dar pra acreditar nessa noticia , pois se for mesmo acabar com o Banco da Amazônia o candidato facista também deve acabar com o Banco do Nordeste ou você acha que vai mexer com o banco do povo amazônico? Não ele não vai mexer com ninguém!

    ResponderExcluir
  3. O que assina Estrangeiro, como o próprio nome diz, está por fora, falando outra língua. Não lê o blogue ou se faz de desentendido.

    ResponderExcluir
  4. Já o Revoltado, figura carimbada, diz que Jader tem influência aqui, na bancada federal, no Planato, até em Marte, galáxia de Andrômeda, possivelmente, etc. E ainda diz que a família Sarney não deixará mexerem no bode na sala da economia amazônica chamado Basa. Foi a piada do dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Explique melhor o que seria o "bode da sala da economia amazônica.
      Seus argumentos me parecem saídos de Marte ou de alguém, profundamente, desconhecedor deste segmentou ou tema.
      Como este Banco é fundamental para nossa região (quase 70% do crédito produtivo sai dele e na maior parte absoluta dos municípios é 100% mesmo) seria muito importante esclarecer isso.

      Excluir
  5. Tomara que privatize. Banco não pode ficar em mãos de políticos, principalmente se for um Barbalho. Sabemos o estrago que essa espécie pode fazer.

    ResponderExcluir
  6. A última indicação política foi do Petecão, que indicou Marivaldo, Petecão reeleito no Acre com apoio de Boçalnaro. os Barbalhos querem meter a colher mais fundo no BASA mas ainda não conseguiram

    ResponderExcluir
  7. E azarentooo vai trabalhar.....trabalhar produzir alguma coisa de util....so sabe escrever escrever.. .faz algo de concreto....azarentoo....pateta!!!

    ResponderExcluir
  8. Escrever, escrever, ora, caro anônimo, realmente é só o que sei fazer. Apurar, escrever, doa a quem doer. Até em quem vive agarrado a DAS no serviço público, parasitas pagos pelo contribuinte.

    ResponderExcluir
  9. De fato Carlos Mendes o nosso querido Basa ai de mal a pior há tempos. O Banpará que tempos atrás era o patinho feio da turma, agora canta de galo. Bem, uma coisa é certa, onde tem a mão de político dá merda, 99,99% das vezes!
    Feliz Círio a todos!

    ResponderExcluir
  10. Diz que apura, mas apura muito mal. O BASA na mão dos barbalho? Ta muito por fora mesmo...

    ResponderExcluir
  11. Deficitário? Onde o blogueiro achou esse "prejuízo" do Banco? Em 2017 teve lucro. Jabuti? O Banco da Amazônia responde por quase 70% de todo crédito produtivo na região norte, cobre 100% dos municipios e disponibiliza em media quase R$ 8 bilhoes por ano aos municipios da Amazônia. Só no Pará é quase R$ 1 bilhao.
    São dezenas de milhares de operações de crédito de fomento por ano: nem o BNDES consegue ser tão eficaz na distribuição de crédito de fomento na região.
    Quanto a questão política...nada a vê.
    Blogueiro deveria lê mais..até mesmo pra deixar de lado esse espirito de mediocridade crônica da mídia paraense.
    Até mesmo pra não atrapalhar a sua própria comunidade com informação desencontrada ou de mau intencionada.

    ResponderExcluir
  12. Júlio Cesar, se tu trabalhas no Basa, deves saber ou ter acesso à carteira de inadimplentes. Pequenos agricultores refinanciam dívidas e não saem do vermelho, aprofundando suas amarguras. Enquanto isso, grandes produtores não pagam o que devem e ainda recebem tratamento diferenciado. Isto tudo sem citar o tremendo "cano" de R$ 20 milhões, sem correção atualizada, dado pela raposa política Romero Jucá, cassado nas urnas pelos eleitores na eleição deste ano. Agora vamos falar de prejuízos. Se tu és bem informado, então deves saber que o O Banco da Amazônia (Basa) teve prejuízo de R$ 56,985 milhões no primeiro trimestre de 2018, 2,5% pior do que o resultado negativo de igual período do ano anterior. O resultado bruto da intermediação financeira caiu 19%, a R$ 86,784 milhões. Já as receitas de prestação de serviços aumentaram 6,5%, para R$ 192,507 milhões. O saldo da carteira comercial encolheu 14,7%, ficando em R$ 1,052 bilhão. Vais espancar esses números e acusar de mediocridade? E olha que nem falei da situação dos trabalhadores, engenheiros, etc, do banco.

    ResponderExcluir
  13. Interessante, há 16 anos que o Banco está nas mãos do PT, que vem fazendo esse estrago nas Estatais, e o próximo governo ainda nem assumiu e já está sendo responsabilizado! Tá muito mal informado meu caro! Tá lendo muito fake!

    ResponderExcluir