VER-O-FATO: Mário Couto quer impugnar chapa Jader-Marinho e diz que convenção do PP não autorizou coligação para o Senado

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Mário Couto quer impugnar chapa Jader-Marinho e diz que convenção do PP não autorizou coligação para o Senado

Inocêncio Mártires: "ilegal"

O candidato ao Senado pelo Partido Progressista (PP), Mário Couto, ingressou ontem com ação eleitoral para impugnar o registro da chapa formada pelo senador Jader Barbalho (MDB) e pelo vice-governador Zequinha Marinho (PSC), integrantes da coligação de 16 partidos denominada "O Pará Daqui Pra Frente", que incluiu na dita chapa o PP.  O pedido é para que o PP seja retirado da aliança para o Senado na coligação que apóia Helder Barbalho.

Segundo o advogado Inocêncio Mártires Coelho Júnior, defensor de Couto, a "cúpula do PP", sem submeter o caso à aprovação da executiva estadual do partido, entrou também na coligação para o Senado, apoiando Jader e Marinho, quando a própria convenção do PP já havia optado pelo nome de Couto à candidatura própria. 

Em vista disso, afirma Inocêncio Mártires, a inclusão do PP na ata da coligação "O Pará Daqui Pra Frente", para os cargos de senador "é nula de pleno direito, fruto de equívoco ou chapadamente inconstitucional, ou ilegal".

A ação de Couto não mexe na participação do PP na aliança que apóia o candidato Helder Barbalho para o governo, nem para os cargos de deputado federal e estadual, até porque o próprio partido já havia deliberado nesse sentido em sua convenção. O problema está na vaga ao Senado. 

Aliás, Couto, no dia seguinte à convenção da coligação de Helder, saiu atirando  e acusando os Barbalho de traição, alegando ter sido preterido na chapa que definiu os nomes de Jader e Marinho.  

Lembra o advogado que no dia 4 de agosto passado, o PP realizou sua convenção partidária, visando à indicação de candidatos para disputar o pleito de 2018. Os convencionais escolheram Couto para disputar o cargo de senador. Para a 1ª suplência dele foi escolhido Eslon Martins, filiado ao PP, e para 2ª suplência, Fabrícia Rocha Lima, do PRTB, selando a aliança entre PP e PRTB. Para a segunda vaga de
senador, o PP não apresentou candidato.
 
Ainda de acordo com Inocêncio Mártires, os convencionais delegaram à comissão executiva do PP para deliberar "sobre aspectos que não haviam abordado na convenção partidária". A executiva reuniu no dia seguinte – 5 de agosto - e deliberou  firmar coligação para os cargos de governador, senador e para deputados federal e estadual. Nessa segunda deliberação, a executiva estadual preservou as candidaturas de Mário Couto Filho e Eslon Martins, para senador e primeiro suplente. 

Numa terceira deliberação, conservou candidatura própria para senador e indicou o 2º suplente, ante a desistência da candidata Fabrícia Rocha, que não se desencompatibilizou a tempo para concorrer ao cargo. Em resumo: a despeito de Mário Couto ter tido seu nome ungido por três oportunidades distintas, a cúpula do PP, "em ambiente extra partidário", firmou coligação para a 1ª vaga de senador com o candidato do MDB Jáder Barbalho e a 2ª vaga de senador com o candidato do PSC, Zequinha Marinho. 

"Tal ato é ilícito, pois a executiva estadual não recebeu poderes para firmar aliança para as duas vagas de senador da República", sustenta o advogado. E reitera que a ação eleitoral visa excluir o Partido Progressista da "aliança firmada indevidamente pela executiva estadual à revelia de poderes dos convencionais e em prejuízo do demandante (Mário Couto)".
                                  Gostou da matéria?
Então clique em nossas redes sociais, abaixo, e siga as últimas notícias em tempo real, direto na sua timeline:
https://www.facebook.com/verofatonoticias/
https://www.instagram.com/ver.o.fato.noticias/
https://twitter.com/verofato

14 comentários:

  1. Essas notícias são veiculadas com o intuito de desastebilizar a candidatura de Hélder pois como o proprio blogueiro disse no final em nada isso vai atrapalhar a coligação do PP com o nosso futuro governador Hélder.

    ResponderExcluir
  2. O Mário Couto é gato escaldado, cobra criada, malandro, o estado inteiro sabe. O erro foi se meter com um grupo mais malandro que ele que são os Barbalhos. Essa família corrupta, que ficou milionária na politica, se apossando do dinheiro do povo.

    ResponderExcluir
  3. Ei tucanalha. Desapega! Vai embora!

    ResponderExcluir
  4. DEM e psdb já era! nem cheque moradia e também encanto vai dá jeito, forá já partidos dos ricos

    ResponderExcluir
  5. Agora é! Paulo Rocha O governo do Servidor, agora sim vamos ter um salário digno de servidor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, nem Hélder, nem Márcio Miranda e nem Paulo rocha vão dar salário digno pra ninguém. Algumas categorias como fiscais e auditores podem conseguir conquistas pela propria natureza arrecadadora de seus cargos, mas o restante pode dar gracas a Deus se conseguir pelo menos a reposição salarial.triste realidade, infelizmente. Quem quiser se iludir com falsas promessas que se iluda.

      Excluir
  6. pedimos que o novo governador aposente todos os juízes já em tempo de aposentadoria e faça um grande corcurso para Juiz, pra ver se os processo possão sair das gavetas e as pessoas de bem recebão seus direitos constitucionais e justiça seja feita..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só rindo que governador Va aposentar juiz. Judiciário e independente e juiz se aposenta de acordo com as regras do funcionalismo e previdenciário. Quer mudar as regras? Mudem a lei e quem muda lei nesse país e o legislativo.

      Excluir
  7. PSDB E DEM os partidos que vendem os patrimônios públicos para empresas

    ResponderExcluir
  8. PSDB, DEM e MDB os partidos das privatizações

    ResponderExcluir
  9. Belém está abandonada pelos piores gestores do Brasil: jaja e zeze, nunca mais "o Pará e Belém que paz"

    ResponderExcluir
  10. Cuidado com politicos que se dizem crentes mais estão a serviços da maçonaria

    ResponderExcluir
  11. Estes candidatos a Senado Federal envergonham o Pará no plano Federal. Conhecidos e reconhecidos patifes em busca de bocas para saciar suas ambições não se cansam de inventar artifícios ilegais para extrair vantagens do povo e do erário.

    ResponderExcluir