domingo, 5 de agosto de 2018

Favorito, vírgula

No confuso cenário político que temos - agravado pela profunda descrença dos eleitores -, caminhamos hoje para dois meses e dois dias à espera das eleições e nenhum candidato, de presidente a deputado, pode bater no peito e alardear favoritismo.

Nesse ambiente, a garimpagem de votos torna-se penosa e cansativa. Quem já fez seu nome, no exercício de cargo administrativo, ou mesmo legislativo, está na vantagem.

Mas, convenhamos, nada garante uma cadeira nessa dança pelo poder.
 
Gostou da matéria?
Então clique em nossas redes sociais, abaixo, e siga as últimas notícias em tempo real, direto na sua timeline:
https://www.facebook.com/verofatonoticias/
https://www.instagram.com/ver.o.fato.noticias/
https://twitter.com/verofato

Nenhum comentário:

Postar um comentário