VER-O-FATO: O NAMORO DOS VICES E A CARA DE PAISAGEM DO JATENE

segunda-feira, 2 de julho de 2018

O NAMORO DOS VICES E A CARA DE PAISAGEM DO JATENE


Adnan: preterido por Jatene, que escolheu Miranda
Perguntaram certa vez a um assessor político de Belém e conhecido aspone - sempre grudado no poder - porque ele não se candidatava a um cargo eletivo, ou executivo. Resposta: “não quero ser rei, prefiro ser amigo do rei”.


No caso do candidato a vice-governador, que não reina, mal apita no governo, mas pode constituir-se em inimigo feroz do rei, a briga é surda nos bastidores da política paraense.

No MDB, por exemplo, há quem diga que o vice de Helder já foi escolhido: é o atual deputado federal Lúcio Vale. Ninguém confirma ou desmente. Faz parte do jogo.

No PSDB, o secretário de governo Adnan Demachki, cotado para ser o vice de Márcio Miranda, desistiu de concorrer a qualquer cargo, em 2018. Dizem que anda magoado com o governador Simão Jatene. Queria ser o ungido para sucedê-lo.

Na verdade, Adnan foi preterido por Miranda. Sintomático, nessa decepção de Adnan, foi uma nota emitida pela poderosa Fiepa de "desagravo" ao secretário.

O recado da Fiepa foi para Jatene. Que, aliás, faz cara de paisagem.

Em tempo: a informação chegada à coluna de uma  fonte é a de que a nota da Fiepa foi uma resposta ao Liberal, mais precisamente à coluna Repórter 70, que baixou o sarrafo em Adnan em duas notas seguidas. Mas a cara de paisagem do governador continua de pé. Também para a nota do R-70.

2 comentários:

  1. Fora jatene! Ano que vem a cadeia te espera!

    ResponderExcluir
  2. Jatene não apoiou a candidatura do Adnan pois sabe que ele teria chances de ganhar. Jatene não quer alguém no PSDB com tanta influência quanto ele. Tem o sonho de um dia eleger sua "simpática" filha para algum cargo majoritário.
    Adnan não se subordina a esse jogo de poder e fez muito bem em não embarcar nessa roubada.

    ResponderExcluir