terça-feira, 17 de julho de 2018

Não abusem de mim


Já tem até cartilha proibindo certas práticas de servidores públicos durante o período eleitoral. Ela foi lançada semana passada pela Advocacia Geral da União (AGU). 

Será que alguém respeita isso? Na prática, os abusos sobrevivem às eleições. Desde janeiro passado, por outro lado, vigoram regras sobre as condutas vedadas aos agentes públicos, sejam eles candidatos ou não. 

Entre essas condutas proibidas pela lei, estão a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios. 

Tudo em troca de votos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário