VER-O-FATO: A COPA É PRIORIDADE; O CÂNCER, PODE ESPERAR

terça-feira, 26 de junho de 2018

A COPA É PRIORIDADE; O CÂNCER, PODE ESPERAR


Afinal, o que  é mais importante: uma partida mixuruca da Seleção Brasileira na Copa do Mundo ou a vida de centenas de pacientes, vários deles com câncer, barrados na porta dos hospitais públicos, porque o governo estadual decidiu que ninguém trabalha antes, durante, e, quem sabe, depois do jogo?

O secretário estadual de Saúde, Vitor Mateus, meio envergonhado, foi à TV pedir desculpa aos que vieram de longe, cheios de dores, angústia e expectativa em busca de atendimento médico na capital, ou para continuar o tratamento contra o câncer já marcado.

Quando as pessoas tiverem consciência de que governos não valem nada e de nada servem, a não ser para torrar o dinheiro delas em coisas que têm mais a ver com a morte do que com a vida, talvez um dia este país mude. E, com o país, o próprio Pará.

Saúde é um direito de todos e dever do Estado. No papel, é bonito. Verdadeiro poema constitucional.

Na prática, um papelão !

3 comentários:

  1. Se o povo soubesse o poder que tem nas mãos que é o voto, esse país mudaria. Certa vez, Ronaldo "Fenômeno" soltou a seguinte pérola:"não se faz copa do mundo em hospitais", ele de fato, não precisa desses hospitais, pois,bilionário que é,tem os melhores serviços médicos a sua disposição vinte e quatro horas por dia, diferentemente da grande massa, o resultado deste evento esportivo o brasileiro viu, obras superfaturadas. Comprometer o serviço de saúde em função de copa do mundo, é no mínimo, descompromisso com a vida humana.

    ResponderExcluir
  2. No Estado onde governador, nunca deu e nem vai dar prioridade nenhuma ao povo que de burro e hipócritas reelegeram esse que sem dúvida é o pior governador do Pará dos últimos tempos!

    ResponderExcluir
  3. Va logo embora seu Jatene!

    ResponderExcluir