VER-O-FATO: RICOS E ASSALTADOS

sábado, 19 de maio de 2018

RICOS E ASSALTADOS

Conrado Santos: vítima do terceiro assalto no Ariramba
Não está fácil viver no Pará. Tem ladrão roubando ladrão, assaltante assaltando assaltante  e gente com medo até de ter medo. 

Os pobres pagam pedágio para transitar pelas ruas. Até policiais, que antes caçavam, agora são caçados e mortos. E nem rico escapa dos bandidos, que estão por toda parte.

Vejam o caso do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa), José Conrado Santos, que em sua mansão, no Ariramba, em Mosqueiro, viveu momentos de terror nas mãos de quatro assaltantes. Foi o terceiro assalto que Conrado sofreu. 

No de sábado passado, ele estava na companhia de empresários da Bahia, Mato Grosso e Alagoas, a quem ofereceu um almoço. Conrado, depois dessa, decidiu colocar a bela casa à venda. 

Mosqueiro, aliás, está completamente abandonada. Nas ruas, mal iluminadas, buracos e lixo por toda parte. 

Zenaldo e Jatene são nomes impróprios na boca dos moradores. Fazem por merecer.

3 comentários:

  1. Jatene é um democrata por excelência! Conseguiu democratizar a violência que atinge ao mesmo tempo ricos, pobres, mulheres, homens e etc...! Kkkkkkkkk!

    ResponderExcluir
  2. Lixo + alagamentos + chacinas+ violência = zenaldo e Jatene

    ResponderExcluir
  3. Carlos Mendes, a incompetência administrativa do Zenaldo é fato. Agora, tivéssemos uma Câmara atuante, sem essa estória de situação e oposição, mas comprometida com o bem-estar municipal, nossa situação não estava essa calamidade.
    Carlos Mendes, já passou da hora da população se conscientizar quando da escolha de seus representantes. Essa situação somente deverá mudar a partir disso.
    Os que estão ai, já mostraram, há muito tempo que não tem a mínima qualificação pra administrar a capital, o estado.
    PSDB nunca mais!!! Chega!!! O Pará não merece!!!

    ResponderExcluir