VER-O-FATO: O PARÁ É A MÃE DOS INGRATOS

terça-feira, 29 de maio de 2018

O PARÁ É A MÃE DOS INGRATOS

Já caminhamos para 3 anos do naufrágio e ninguém punido


O Pará é mesmo a mãe dos ingratos. Vejam, por exemplo, o que acontece com a empresa Minerva Foods, proprietária dos 5 mil bois que morreram afogados durante naufrágio do navio Haidar, em outubro de 2015 no porto de Vila do Conde, em Barcarena.


Aqui, até agora, nada aconteceu para punir os responsáveis pelo maior acidente ambiental já ocorrido no Estado. Mas, em São Paulo, a Minerva foi multada pela prefeitura de Santos.

Lá, em São Paulo, ela terá de pagar R$ 3,4 milhões por maus tratos contra quase 30 mil bois que iriam embarcar para o Oriente Médio pelo porto de Santos.

O valor da multa também inclui o mau cheiro que empesteou a cidade no transporte dos bois pelas ruas e avenidas até o porto.

Por aqui, como se vê, negligência e descaso com a vida dos ribeirinhos prejudicados pelo terrível fedor de bois nas praias em estado de decomposição. 
Fedor e omissão. Um mau cheiro só. 

Um comentário:

  1. A pergunta que não quer calar: Quem pegou ponta para não punir a minerva foods por este desastre ambiental?

    ResponderExcluir