domingo, 22 de abril de 2018

VOCÊ É O RESPONSÁVEL POR ISTO: O VER-O-FATO ALCANÇA 3 MILHÕES DE ACESSOS



O Ver-o-Fato, às 18h09 deste domingo, 22 de abril de 2018, atingiu a marca de 3 milhões de acessos, cerca de 35% deles de internautas residentes fora do Pará. Para quem está com apenas 2 anos e 9 meses de existência, o número de pessoas que acessou a página deste blogue-site é digno de alegria. 

É, também, mais do que nunca, além da credibilidade alcançada, a multiplicação da responsabilidade que temos pela frente na manutenção desse trabalho jornalístico, que inclui matérias exclusivas e reportagens investigativas, vídeos e opinião de quem pensa e produz intelectualmente, com ou sem vínculo político-ideológico. 

Nesses quase três anos de vida, o Ver-o-Fato conseguiu com suas informações ultrapassar as fronteiras paraenses, constituindo-se hoje num blogue lido no centro-sul do país, e nas regiões nordeste e centro-oeste, além de países como Estados Unidos, Portugal, França, Inglaterra, Alemanha, Japão e Austrália, dentre outros. 

E com um detalhe: em seu espaço também é abrigado e transmitido toda quinta-feira, com imagem e som, de 8 às 9 da noite, o programa "Linha de Tiro", além de manter às 24 horas diárias no ar a Rádio Sintonia Web.

Não podemos deixar de mencionar o recorde de algumas notícias que atrairam a atenção de nossos leitores. Uma delas, a colocada em primeiro lugar, obteve 637.964 mil acessos, em apenas 72 horas, da matéria "E a Big Ben, hein? Que vergonha, enganava seus clientes e embolsava o troco".

Outras matérias de grande repercussão: "Tiroteio no Líder... e eu estava lá", com 96.727 acessos; "Três de dez mortos em Pau d'Arco eram acusados de matar fazendeira em 2003", com 93.274 acessos; "Senhorita Andreza e nós", 76.215 acessos, além de "A Verdade escondida pelo governo sobre a falta d'água em Belém por 2 dias", que obteve 44.660 acessos em um único dia, como as outras três matérias.


A você, responsável por esses resultados, muito obrigado pela confiança. Seguimos em frente na certeza de sempre tentar fazer o bom jornalismo e travar o bom combate. 

Esperamos não decepcioná-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário