domingo, 15 de abril de 2018

NAZILDO, LÍDER QUILOMBOLA DO ACARÁ E ACUSADO DE INVADIR TERRAS DA BIOPALMA, É MORTO A TIROS

O corpo da liderança quilombola Nazildo dos Santos Brito foi encontrado na manhã deste domingo (15), no ramal da Roda D'água, zona rural do município de Acará, nordeste do Pará. A vítima estava na casa de uma familiar na noite anterior, mas após receber uma ligação saiu e a caminho de sua residência. 

Um parente de Nazildo encontrou o corpo da vítima no início da manhã deste domingo com marcas de tiros nas costas e na cabeça. A vítima já foi presidente da Associação de Moradores e Agricultores Remanescentes Quilombolas do Alto Acará. O caso foi registrado na delegacia de Quatro Bocas. 

Quem o matou? Até agora, a polícia não sabe nem tem qualquer  pista. O que se sabe, porém, é que Nazildo sofria ameaças de morte, segundo amigos. Nazildo era da comunidade Turé III, casado e pai de duas garotas. O Ministério dos Direitos Humanos já havia sido acionado sobre as ameaças de morte e no final de janeiro passado o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Secretaria de Segurança Pública proteção policial para Nazildo. Até boletim de ocorrência foi registrado, mas nenhuma providência foi tomada.

Terras da Vale/Biopalma

O Ver-o-Fato apurou que em dezembro de 2015, o juiz da comarca do Acará, Wilson de Souza Corrêa, decretou a prisão preventiva de Nazildo dos Santos Brito e de índios da etnia tembé, Parate Tembé,Lúcio Gusmão Tembé e Amadeu de Souza Paixão,  acusados de invasão, destruição de bens e roubo em terras da empresa Biopalma, pertencente à Vale.

De acordo com o relatório do delegado Fernando Bezerra Lima, consta que os fatos ocorreram na área pertencente à empresa Biopalma da Amazônia S/A Reflorestamento, Indústria e Comércio, situada na zona rural do Acará. "Na data de 23.11.2015, um grupo de pessoas composto por indígenas e liderados por LÚCIO GUSMÃO TEMBÉ e PARATE TEMBÉ, quilombolas liderados por NAZILDO DOS SANTOS SOUSA PAIXÃO, invadiram a BIOPALMA, polo Vera Cruz, a pretexto de estarem lutando por melhorias estruturais que, segundo eles, deveriam ser propiciadas pela empresa. 

Com a invasão houve a paralisação das atividades da empresa no local e a imediata retirada dos funcionários, o que ocasionou inúmeros prejuízos. Os manifestantes permaneceram no interior do imóvel, e embora tenha a empresa buscado negociar a saída dos invasores do local, estes permaneceram irredutíveis. Os representantes da policia civil e militar também tentaram negociar a saída dos invasores do local e também não tiveram êxito. 

Na data de 30.11.2015, os invasores tomaram ciência por meio de oficial de justiça, de um mandado de reintegração de posse expedido pelo juízo da comarca de Acará-PA, em favor da empresa BIOPALMA, razão pela qual pediram prazo para se organizar e sair da área. Ficou acertado que às 07h00 do dia 01.12.2015, os invasores se retirariam do local.

Durante a leitura do mandado judicial pelo oficial de justiça, os invasores fizeram várias ameaças dizendo que iriam atear fogo nos veículos e que também queimariam os motoristas e ninguém mais iria trabalhar naquele local. Na data de 01.12.2015, por volta das 15h00, o oficial de justiça retornou ao local e encontrou um cenário de absoluta destruição. 

Foram destruídos vários cômodos dos imóveis existentes no local, além de furtarem objetos, aparelhos, equipamentos, caminhões e tratores, além de incendiarem uma camionete marca Ford, modelo Ranger, placa NSL 7097, que foi totalmente destruída. A empresa tentou reativar as atividades, mas os indivíduos passaram a ameaçar os funcionários, o que os deixou temerosos e estão se recusando a trabalhar. 

Diversos outros crimes durante o período foram praticados, e estão sendo apurados em inquéritos policiais distintos. Consta que teriam sido praticados nos dias 18.11, 23.11, 29.11, 05.12, 10.12, e são relativos à possível pratica de extorsão, furto, roubo etc. Com a prisão de WEMERSON VANILDO SANTOS SILVA, LAELSON SIQUEIRA DE SOUZA, JOÃO OLIVEIRA DO AIDO e EDIELSON DOS SANTOS SOUZA, na data de 11.12.2015, um grupo de indivíduos liderados por PARATE TEMBÉ e NAZILDO DOS SANTOS BRITO, invadiram novamente a sede do polo Vera Cruz  e atearam fogo em duas camionetes, além de incendiarem um galpão de madeira, além danificarem maquinários existentes no local". (Do Ver-o-Fato, com informações do G1 Pará)


Nenhum comentário:

Postar um comentário