terça-feira, 24 de abril de 2018

GRAVAÇÃO DE PM ALERTA SOBRE CRIMINOSOS:" SE ACABAR COM A TROPA E A CORPORAÇÃO, VÃO CHEGAR NO JUDICIÁRIO"



Se você clicar em cima do áudio no final desta matéria, ouvirá um desabafo. Sim, um desabafo de um policial militar cansado, tenso e desacreditado nas autoridades da segurança pública. 

Ele lamenta a covardia que domina alguns coronéis, comandantes de batalhões da PM paraense, que não recebem apoio do comando-geral, da Segup ou do próprio governo, para alertar os militares que todos os dias saem às ruas no combate aos criminosos, mas que não recebem qualquer atenção do Estado ou proteção para eles e suas famílias.

Na gravação, obtida pelo Ver-o-Fato, o militar  faz elogios ao "coronel Ulisses", afirmando que este está de parabéns, pois é o único oficial de patente que convoca seu batalhão e unidade  para fazer busca de papa-mike (nome dado a PMs que fazem busca de criminosos em sua área de atuação)".

O Ver-o-Fato apurou que o "coronel Ulisses", na verdade, é o tenente-coronel Ulisses Lobo, comandante do 10º Batalhão da PM, em Icoaraci. O militar possui um histórico de preocupações com seus subordinados, inclusive com a saúde de soldados, cabos e sargentos, estimulando-os a procurar ajuda médica quando estão doentes ou tensos.

"Os outros (comandantes) são todos covardes, porque têm medo de reagir", diz o militar na gravação, intitulando-se ele próprio um "papa-mike". E faz um alerta aos companheiros que estão nas ruas: " observem bem que hoje se nós não se unir (sic), assim como se tombar toda a tropa, e eu quero dizer pra todos os oficiais da PM e vocês, que nós, morrendo, vocês (oficiais) são os próximos".

E continua a gravação: " se acabar com a tropa e a corporação, vai chegar no Judiciário, é o que está acontecendo, entendeu? E a gente ainda está dando mole: sargento Brasil, Rômulo, mais um sargento (mortos). Pessoal, só estão prendendo ladrão de celular. Tem que dar resposta, pô. Esse povo (matadores de PMs) está precisando de resposta".

Nessa mesma linha de crítica, o militar afirma que o "secretário de Segurança está brincando" e indaga se estão com medo do secretário de segurança. "Nós somos policiais, e independente de sermos policiais somos seres humanos, nós precisamos de segurança pública. Como é que não podemos mais sair, fazer nada, o que é isso? Que democracia é essa? Que porra de democracia é essa?"

O militar sobe o tom da indignação: "a gente está vigiando, mas precisa se manter (sic) vivo, mas pra se manter vivo é preciso fazer o que é certo. Se eles não querem se prontificar, vamos se prontificar (sic). Mas parabéns para o coronel aí ( Ulisses). Blá, blá, blá muitos falam (comandantes), se faz aquela reunião fechada e acabou".

"Tem medo que a tropa exploda. Não adianta, comandante ( ele se refere ao comandante-geral), a tropa uma hora dessas vai explodir, ninguém aguenta mais isso, não". 

Baixe o áudio e ouça a íntegra da gravação, aqui: 

Áudio: Ameaças X Reação


Nenhum comentário:

Postar um comentário