segunda-feira, 23 de abril de 2018

"É DENÚNCIA DESCABIDA", DIZ HELDER BARBALHO, SOBRE MANIFESTAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO


A respeito da decisão tomada no dia 23 de março passado pela promotora de justiça de Marituba em exercício, Marcela Christine Ferreira de Melo, de pedir ao juizo da comarca que remeta para o Supremo Tribunal Federal (STF) investigação sobre suposta ligação do ex-ministro Helder Barbalho e pré-candidato ao governo do Pará com a empresa que administra o lixão que inferniza a vida dos moradores daquele município, Barbalho enviou nota ao Ver-o-Fato, rebatendo os termos contidos na manifestação do Ministério Público. Eis a nota de Helder Barbalho, na íntegra:


“Esta denúncia é descabida. A licença ambiental do Aterro de Marituba foi concedida pelo atual governador, Simão Jatene, do PSDB. Nenhuma Prefeitura que utiliza o aterro tem relações com o MDB.

O grupo empresarial citado doou à campanha de Simão Jatene em 2014 quase R$ 1,3 milhão - e nenhum centavo para nossa campanha.

Não é minha prática facilitar a vida de empresas, ao contrário: nossos adversários é que são lenientes e estão no centro do maior escândalo ambiental do Pará, o vazamento provocado em Barcarena pela multinacional norueguesa Hydro.

Por tudo isso, considero esta especulação totalmente política, com o objetivo de atingir minha pré-candidatura ao governo do estado.”

4 comentários:

  1. Essa noticia todos sabem de onde partem e quem manda,o governador cassado e corrupto Jateve,como bem disse o nosso futuro governador foi e ainda e o maior beneficiado com o dinheiro da Revita.Todos sabemos que o serviço de inteligência do governador cassado e corrupto Jateve trabalha investigar o HeldeH, então não era nem pra vocês da imprensa divulgar uma notícia como esta.

    ResponderExcluir
  2. Me admiro você jornalista experiente e sabe que essa notícia é totalmente de cunho pessoal e politico do Grupo ORM e do governador cassado e corrupto o tal Tucanalha do Jateve, tentando denegrir a imagem do nosso futuro governador Hélder.

    ResponderExcluir
  3. Aqui nem Jatene, nem ORM, nem Helder, nem ninguém, figurão ou figurinha, manda ou determina, sequer sugere, o que o Ver-o-Fato deve ou não publicar. Se defendes o Helder, tens o direito de defendê-lo, mas esse negócio, como dizes, de que a imprensa não deveria divulgar nada contra o teu "candidato", aí já é querer implantar censura ao blogue. Coisa que, acredito, nem o próprio Helder iria defender. Publico tuas diatribes para que o publico saiba o que pensa alguém que, sem coragem para mostrar a cara e o nome, se esconde no matagal do anonimato. Te orienta, rapaz.

    ResponderExcluir
  4. Lixão é lixão e ladrão é ladrão!

    ResponderExcluir