INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

Linha de Tiro - 19/04/2018

sábado, 3 de fevereiro de 2018

O COMBATE AO MOSQUITO DA DENGUE E CHIKUNGUNYA É UMA LUTA DE TODOS NÓS

Muitos casos dessas doenças estão ocorrendo em Belém. Faça sua parte
Os sintomas que caracterizam as três moléstias. Saiba as diferenças
Agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saude (Sesma) estão em locais do bairro do Marco neste sábado onde foram localizados focos dos mosquitos que transmitem a dengue, zikka e chikungunya. 

Neste período de inverno e fortes chuvas, muita gente em toda a região metropolitana de Belém tem ido aos postos de saúde, reclamando de sintomas típicos dessas três doenças.

Aqui em casa, devido a existência de três pessoas acometidas de chikungunya, foi preciso o agente borrrifar todo o interior da residência. Durante o trabalho, os moradores tiveram de aguardar fora da casa para evitar qualquer tipo de contaminação.

Só depois de 30 minutos, com tolerância de mais 10 e recomedações para que todas as janelas fosssem abertas e os ventiladores e aparelhos de ar condicionado ligados é que foi possível ter acesso à residência. 

Um trabalho criterioso, bem feito e que não deixou cheiro impregnado por móveis, paredes e utensílios domésticos. Os animais permaneceram também fora do domicílio durante a borrifação. Outras casas da vizinhança e de ruas próximas também estão sendo percorridas pelos agentes da Sesma.

O Ver-o-Fato reitera a importância do engajamento de toda a população no combate ao mosquito, evitando deixar latas, recipientes, vasos e pneus velhos que possam armazenar água da chuva e transformar-se em criadouro desses pequenos e perigosíssimos insetos, capazes de com uma simples picada derrubar qualquer pessoa, esteja ela com ótima saúde ou não.

Outra coisa importante: abra a porta de sua casa e permita a entrada do agente - que tem farda e pode ser identificado - para que ele faça a inspeção. Isso pode livrar você de contrair tais doenças. 

Se cada um fizer sua parte - povo e governo - fica mais fácil erradicar o mosquito e prevenir novos surtos. Que sempre consomem recursos públicos que deveriam ser investidos na prevenção de outras moleśtias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário