VER-O-FATO: IMERYS NEGA VAZAMENTO E DIZ QUE ASFALTO CEDEU, MAS TUBULAÇÃO ESTÁ INTACTA

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

IMERYS NEGA VAZAMENTO E DIZ QUE ASFALTO CEDEU, MAS TUBULAÇÃO ESTÁ INTACTA

Em nota enviada ao Ver-o-Fato, a empresa Imerys Rio Capim nega que rejeitos de caulim de sua indústria tenham vazado durante chuvas e contaminado igarapés da região habitada por dezenas de comunidades de Barcarena. A íntegra da nota é a seguinte:

"A Imerys informa que não houve vazamento de caulim em Barcarena. Ocorreu que uma pequena parte do asfalto da estrada que dá acesso ao Porto da empresa cedeu em razão das fortes chuvas na região, expondo as estruturas de concreto que protegem tubulações utilizadas pela empresa. A tubulação permanece intacta.

Por medida de segurança a Imerys isolou a estrada e desativou o uso da tubulação, fato que possivelmente gerou nos residentes locais a percepção de alguma anormalidade. As operações da empresa seguem normalmente. As autoridades ambientais já foram informadas." 

Nota do blogue: está tudo muito bom, tudo muito bem. Mas realmente, realmente, a população de Barcarena continua à mercê da sanha contaminadora de empresas como Hydro e a própria Imerys - aliás, já flagrada em outras oportunidades por contaminar rios e igarapés do município com seus rejeitos. Laudos já comprovaram o que aqui se diz.

Se desta vez, porém, nada vazou, como a empresa explica a coloração branca das águas, conforme mostram as fotos enviadas ao Ver-o-Fato pelos moradores? 


Nenhum comentário:

Postar um comentário