VER-O-FATO: EM IGARAPÉ-MIRI, JUSTIÇA DERRUBA MAIS UMA VEZ "TONINHO PESO PESADO", DO PMDB

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

EM IGARAPÉ-MIRI, JUSTIÇA DERRUBA MAIS UMA VEZ "TONINHO PESO PESADO", DO PMDB

"Toninho Peso Pesado" - aqui, com Helder Barbalho -, afastado por 180 dias

Afastado por 90 dias da prefeitura de Igarapé-Miri desde o começo de dezembro do ano passado - acusado de fraudes e outras irregularidades no exercício do cargo -, o prefeito Ronélio Antonio Rodrigues Quaresma, o "Toninho Peso Pesado", do PMDB, levou mais uma queda judicial.

Desta vez, foi novamente afastado, agora por 180 dias, num processo por improbidade administrativa movido pelo município de Igarapé-Miri, após auditoria nas contas de sua conturbada gestão. Ele é acusado de ter desviado R$ 120.500 para beneficiar um assessor conhecido por Deam João Rodrigues Santos. 

De acordo com a decisão do juiz Lauro Alexandrino Santos, da comarca de Igarapé-Miri, com data de ontem e cuja íntegra o Ver-o-Fato teve acesso, "Toninho Peso Pesado", além de ter firmado contrato sem legalidade, com Deam Santos, o contratado nunca teria aparecido na prefeitura ou realizado o trabalho em favor do município. No processo estão anexadas declarações de diversos servidores concursados, comprovando a maracutaia.

A coisa vai de mal a pior para o prefeito, que coleciona três afastamentos - um deles revogado pela Justiça, mas agora com mais dois nas costas, além de outros rolos que foram parar no Fórum do município à espera de decisão. 

Para complicar ainda mais a situação dele, no processo que originou a decisão judicial de ontem, o Ministério Público disse ao juiz que o prefeito escondeu documentos da "operação Iaçã", na Secretaria de Assistência Social, que era dirigida pela esposa. E, pior, também tentou impedir o trabalho da justiça. 

É bronca que não acaba mais.




Um comentário:

  1. Além de afastar, "cana", perdimento de bens e inelegibilidade. É o que o Brasil quer e exige.

    ResponderExcluir