quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

AUMENTO DO IPTU NA JUSTIÇA: ZENALDO PEGA SEGUNDA LAMBADA EM 24 HORAS

Em sua furia tributária para arrancar os últimos trocados dos contribuintes no pagamento de um imposto do qual pouco se vê utilidade na sua aplicação em benefÍcio do próprio contribuinte, o prefeito Zenaldo Coutinho acaba de sofrer sua segunda derrota consecutiva em menos de 24 horas.

Em recurso ao Tribunal de Justiça do Estado para revogar a decisão do juiz Raimundo Santana, que mandou suspender a cobrança do IPTU, a desembargadora Diraci Nunes Alves foi clara na decisão.

"Entendo que enquanto a questão é devidamente meditada, deve ser mantida a decisão agravada ( do juiz Raimundo Santana) porque impede a realização de suposta cobrança irregular, que se majorou ou meramente atualizou o IPTU, não importa o modo, acabará por impor claro gravame aos bolsos dos contribuintes", afirma a desembargadora Diraci Alves no despacho.

Zenaldo podia dormir sem essa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário