domingo, 28 de janeiro de 2018

PRESIDENTE DA AEBA QUER SUSPEIÇÃO DE JUIZ DO TRABALHO CUJA IRMÃ É CHEFA NO BASA

Sílvio Kanner: "juiz tem posição radical contra engenheiros do banco"


Há algo de podre no reino do Banco da Amazônia (BASA), onde engenheiros denunciam não ter seus direitos e causas reconhecidas pela Justiça do Trabalho, perdendo várias ações.


Mas o que a Justiça do Trabalho tem a ver com o BASA? Segundo o presidente da Associação dos Engenheiros do Banco da Amazônia (AEBA), Sílvio Kanner, ele considera "muito suspeito a posição radical contra os empregados do Banco, principalmente dos engenheiros, adotada pelo desembargador federal Francisco Sérgio Silva Rocha".

Motivo: a irma do juiz, Roseane Silva Rocha, foi titularizada como Coordenadora de Apoio e Assessoria Administrativa da Secretaria Executiva da Presidência do BASA, conforme pode ser comprovado em publicação no boletim interno do banco e cuja cópia foi enviada ao Ver-o-Fato.

"Nosso entendimento é que isso é razão de sobra para que o referido magistrado seja considerado impedido nos julgamentos estratégicos do Banco", afirma Kanner.

O Ver-o-Fato não conseguiu contato com a direção do BASA, nem com o desembargador federal Francisco Sérgio Silva Rocha, para que ambos apresentem suas explicações sobre o caso. O espaço está à disposição.

Veja, abaixo, o boletim interno do BASA, datado de 19 de setembro de 2017 e contendo a designação a cargo de chefia de Roseane Silva Rocha, com assinatura do presidente do banco, Marivaldo Melo:

RESOLUÇÃO DE DIRETORIA No 2017/017
ASSUNTO: DESIGNAÇÃO DE COORDENADOR DA MATRIZ DA NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL – PRESIDÊNCIA, DIRETORIA DE CONTROLE E RISCO E SECRETARIA EXECUTIVA.

A Diretoria do Banco da Amazônia S.A., no uso de suas atribuições, em sua 4.236a reunião ordinária, realizada em 19.09.2017, considerando a aprovação, nas reuniões da Diretoria de 21.03 e 13.06.2017, respectivamente, do Parecer SEORP-GEREO 2017/008, de 08.03.2017 e Parecer GEPES 2017/143, de 12.06.2017, da Reorganização Administrativa da Direção Geral e de acordo com o cronograma de implantação das unidades,

RESOLVE:

DESIGNAR as empregadas adiante nominadas, observada a especificidade de cada processo de escolha, para exercerem, em caráter titular, a função comissionada de Coordenador da Matriz, nas diversas unidades identificadas a seguir: Marcilene Cunha Farias, na Coordenadoria de Gestão de Integridade e da Correição, vinculada administrativamente à Presidência e tecnicamente à Diretoria de Controle e Risco; Daiana Cristina Nicolau, na Coordenadoria de Relacionamento com Investidores, vinculada diretamente à Diretoria de Controle e Risco; Roseanne Silva Rocha, na Coordenadoria de Apoio e Assessoria Administrativa, vinculada diretamente à Secretaria Executiva; e Daiany da Costa Ferreira, na Coordenadoria de Representação e Relacionamento Institucional em Brasília, vinculada diretamente à Secretaria Executiva.

BELÉM (PA), 19 DE SETEMBRO DE 2017.
MARIVALDO GONÇALVES DE MELO
Presidente
Bruna Carla Picanço Paraense
Gerente Executiva- GEPES


Nenhum comentário:

Postar um comentário