terça-feira, 16 de janeiro de 2018

OFICIAL DE JUSTIÇA BALEADO POR TRAFICANTES FICOU 11 DIAS SOZINHO EM HOSPITAL DE CAPANEMA

Retrato da segurança pública no Pará e da inércia do Estado: um oficial de Justiça foi vítima de uma tentativa de homicídio, no final do mês passado em Capanema, por traficantes de droga. 

Apesar da gravidade da situação, na última quarta-feira, 11 dias após o ocorrido, o oficial sequer tinha sido ouvido pelas autoridades policiais. O Sindicato dos Oficiais de Justiça foi ao município e encontrou o oficial num quarto de hospital totalmente a mercê dos assassinos. 

A pedido do Sindojus-Pa, o juiz encaminhou ofício ao delegado de polícia cobrando uma posição em 24 horas sobre o ocorrido, assim como a policiais para resguardarem a integridade do servidor da Justiça. 

Fica a pergunta: e se a entidade sindical não tivesse ido até o socorro do oficial? Ele estava sozinho numa cama de hospital. Não fosse o Sindicato, estaria por lá até agora.

Enquanto isto, haja matança no Estado.


Um comentário:

  1. Como ficam os que pagam impostos, não são da tchurma do Sindicato dos Oficiais de Justiça e pertencem a outros grupos poderosos e influentes?

    ResponderExcluir