INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

Linha de Tiro - 19/04/2018

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

EX-GARI DA PREFEITURA, "LARANJA" DE DUCIOMAR TINHA PATRIMÔNIO DE R$ 1,6 MILHÃO E DUAS FAZENDAS

As fazendas pertencem a Duciomar, mas estão em nome de Célio no CAR da Semas
Contratado em 2008 pela prefeitura de Belém como gari - durante a corrupta gestão de Duciomar Costa na prefeitura de Belém -, o sortudo Célio Souza, na verdade um mero laranja do próprio Dudu, assim como outros envolvidos no escândalo que sangrou os cofres municipais em mais de R$ 400 milhões, conseguiu o milagre da multiplicação.

A denúncia do Ministério Público Federal (MPF)  à Justiça diz que Célio Souza, que ganhava salário mínimo em 2008 para varrer as ruas de Belém, declarou naquele ano à Receita Federal um patrimônio de R$ 24 mil. Em 2015, porém, ele informou à Receita que o patrimônio havia pulado de R$ 24 mil para R$ 1,6 milhão. Um aumento patrimonial de 6.500%.

Segundo o procurador da República Alan Mansur, o ex-gari é investigado no esquema que envolve o ex-prefeito Duciomar Costa, suspeito de desviar R$ 400 milhões em licitações fraudulentas. Célio Souza responde três ações, juntamente com Dudu, por suposta improbidade administrativa e por omissão de dados. Ele é suspeito de ser sócio de empresas que desviavam dinheiro da Prefeitura de Belém. 

Dono de fazendas

Mas não param por aí as estrepolias de Célio. O MPF descobriu ainda, cruzando dados e informações com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), que ele é proprietário de duas fazendas, a Tangará I e Tangará II, no município de Timboteua. 

O nome dele aparece nos registros da Semas como dono das áreas, mas essa informação Célio omitiu da Receita Federal. As terras pertencem ao próprio Duciomar Costa. Foram compradas de um homem chamado Rui Afonso da Cruz Vinagre.

Até o imóvel onde o ex-gari mora em Belém, localizado na Travessa Mariz e Barros, também está em nome de Duciomar. O "laranja" do ex-prefeito também realizou várias viagens com Duciomar para Brasília e exterior, supostamente para tratar de negócios.  

Dudu, o ensaboado

Duciomar Costa e a mulher dele, Elaine Baia Pereira, respondem ao processo em liberdade, com monitoramento constante por meio de tornozeleira eletrônica. O ex-gari chegou a ter a sua prisão decretada na operação Forte do Castelo, mas não foi encontrado pela Polícia Federal e agora também responde ao processo em liberdade. 


Enquanto isso, Dudu segue cumprindo prisão domiciliar. Segundo o MPF o ex-prefeito possui duas residências cadastradas junto á Polícia Federal, sendo uma em Belém e outra em São Paulo. Uma foto divulgada pelo órgão federal mostra o ex-político em viagem ao exterior ao lado da esposa Elaine Baia Pereira.

Dudu disse ao MPF que morava nesta casa, no bairro do Marco
Mas, na verdade, morava nesse apartamento de luxo em São Paulo



Um comentário:

  1. DUDU BELÉM TE AMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir