VER-O-FATO: REVITA-GUAMÁ DIZ QUE SEU LIXÃO EM MARITUBA É UM AVANCO NA REGIÃO METROPOLITANA

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

REVITA-GUAMÁ DIZ QUE SEU LIXÃO EM MARITUBA É UM AVANCO NA REGIÃO METROPOLITANA

Em nota remetida ao Ver-o-Fato, as empresas Revita e Guamá, que administram o aterro sanitário de Marituba, afirmam que foram surpreendidas com as prisões de seus diretores, que o empreendimento opera num "padrão de excelência" e que atuam em coogestão com o Judiciário e interventores, além de ser fiscalizadas pela Semas. Veja a nota, na íntegra:

"A Guamá foi surpreendida com a deflagração da Operação Gramacho, já que vem colaborando com as autoridades do estado sempre que é demandada. Além disso, a empresa atua sob fiscalização permanente da Semas desde o início das suas atividades e, desde abril opera em um modelo de cogestão com interventores nomeados pelo Poder Judiciário que atuam dentro do aterro.

Vale ressaltar que o aterro sanitário de Marituba foi construído seguindo normas específicas para esse tipo de engenharia, possui todas as autorizações da Semas e é a alternativa tecnológica mais usada no mundo para disposição final de resíduos sólidos urbanos. 

Após um investimento de R$ 20 milhões feito este ano pela Guamá, o empreendimento está operando dentro do padrão de excelência e em conformidade com as melhores práticas do setor. 

Além disso, o aterro é um avanço para a região metropolitana de Belém, pois representa o encerramento do lixão do Aurá, um depósito de lixo a céu aberto que contamina o meio ambiente e compromete a saúde humana.
 
Nesse momento, por não conhecer o inquérito, a Guamá não pode comentar as acusações imputadas à empresa".


Nenhum comentário:

Postar um comentário