INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

Linha de Tiro - 19/04/2018

terça-feira, 31 de outubro de 2017

NO "LINHA DE TIRO", OS 40 ANOS DA OPERAÇÃO PRATO E AS LUZES INSÓLITAS QUE ATACARAM O PARÁ





Nesta quinta-feira, de 8 às 9 da noite, ao vivo, com som e imagem em HD, e transmissão direta pelo Facebook e aqui na página do Ver-o-Fato, além da Rádio Sintonia Web, o programa "Linha de Tiro" vai falar sobre os 40 anos da maior operação militar já realizada no Brasil para investigar Objetos Voadores Não-Identificados (OVNIs): a Operação Prato, que ocorreu no Pará entre 1977 e 1978 e hoje é famosa em todo o mundo.

A Operação Prato, comandada por Protásio Lopes de Oliveira, brigadeiro e então chefe do 1º Comar - Comando Militar da Aeronáutica, em Belém -, pelo coronel Camilo Ferraz de Barros e pelo capitão Uirangê Bolivar Soares de Holanda, testemunhou ataques de luzes misteriosas em várias cidades da região do nordeste paraense, principalmente Colares.


Essas luzes desciam dos céus e, em alguns casos relatados, chupavam o sangue das pessoas. Um caso sem paralelo em qualquer outra parte do mundo. Até hoje, quando se iniciam as comemorações dos 40 anos do insólito episódio, as atenções de pesquisadores e da imprensa voltam-se para o estado do Pará, buscando explicações sobre o que de fato ocorreu com pescadores, agricultores e ribeirinhos.

Nos dias 17,18 e 19 de novembro próximo, na cidade de Colares, um grupo de pesquisadores e ufólogos, com apoio da prefeitura do município, realizará três dias de debates sobre o fenômeno. Colares vai parar, porque será a primeira vez que o assunto será debatido no próprio palco dos acontecimentos. O local do I Encontro Ufológico de Colares será a Câmara Municipal. Além de debates, haverá manifestações culturais e vigílias ufológicas.

Ao vivo

No estúdio do programa "Linha de Tiro", nesta quinta-feira, estarão os organizadores do evento, os ufólogos Vitório Peret e Armando Monteiro, além de Heitor Costa, que formam o grupo Ufologia Amazônica. Eles vão mostrar suas pesquisas, fazer revelações e dizer como as pessoas interessadas em ir a Colares poderão ter acesso aos debates. 

O "Linha de Tiro" será um programa imperdível. Para céticos e crentes.


Um comentário: