terça-feira, 19 de setembro de 2017

VIVINHO DA SILVA, APESAR DE DILMA E TEMER


Em 2011, o governo Dilma determinou e lá foram os aposentados, até velhinhos com 100 anos ou mais,  para a filla do INSS provar que estavam vivos. 

O objetivo era combater as costumeiras fraudes em aposentadorias, pensões e outros benefícios da Previdência Social. Tudo bem. 

Para muitos, contudo, o sacrifício de provar que ainda não haviam partido desta para a melhor foi enorme e desgastante. 

Amputados, cadeirantes, pessoas com câncer, etc, entraram em longas filas, submetendo-se a humilhações, e cumpriram as exigências governamentais.

Aposentado há dois anos - e pronto para uma briga judicial com o INSS, que na maior cara de pau suprimiu 9 anos, dos 37 trabalhados com carteira assinada, alegando que as empresas onde atuei não mais existiam - finalmente chegou a minha vez de provar que estou vivinho da silva.

Prova de vida provada.

Resta, agora, sobreviver ao governo Temer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário