INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

Linha de Tiro - 12/04/2018

sábado, 16 de setembro de 2017

SENADOR PAULO ROCHA FUSTIGA TEMER: "PASSOU DOS LIMITES EM ACABAR COM RESERVA AMBIENTAL NA AMAZÔNIA"


O senador Paulo Rocha (PT-PA) defendeu ontem em plenário projeto de decreto legislativo de sua autoria (PDS 171/2017) que susta os efeitos do decreto presidencial que extingue a Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), na divisa de Amapá e Pará.

O decreto despertou polêmica ao ser editado, em agosto, por abrir para a exploração mineral uma área preservada de 47 mil quilômetros quadrados na Amazônia.

"Como homem da Amazônia, peço a este Senado e ao Congresso a revogação do decreto presidencial, deste governo entreguista, antipopular e autoritário com a coisa pública. Ouçam a voz dos 23 milhões de brasileiros que vivem na Amazônia. Queremos com este decreto legislativo impedir que a sanha do governo acabe entregando de uma vez por todas o patrimônio natural do nosso país", disse o senador.

Paulo Rocha listou uma série de cortes previstos no Orçamento do próximo ano, em projetos voltados para a preservação do meio ambiente e a proteção de povos indígenas e quilombolas. Para ele, a proposta de extinção da Renca – suspensa até o final do ano pelo governo, diante da repercussão negativa, para que o tema seja debatido – faz parte de uma estratégia do governo “golpista” de Michel Temer:

Para ele, o decreto presidencial extingue de uma vez só a soberania nacional, a sobrevivência dos povos indígenas e a preservação da floresta amazônica. "O mundo pode confirmar que o país está nas mãos de um governo entreguista e irresponsável", bradou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário