VER-O-FATO: JUSTIÇA DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DE 15 ENVOLVIDOS NAS 10 MORTES EM PAU D'ARCO

terça-feira, 26 de setembro de 2017

JUSTIÇA DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DE 15 ENVOLVIDOS NAS 10 MORTES EM PAU D'ARCO

O juiz César Leandro Pinto Machado, da Comarca de Redenção, acatou a denúncia do Ministério Público do Estado e decretou a prisão preventiva de 15 policiais (13 militares e 2 civis) envolvidos no caso que ficou conhecido como “Chacina de Pau D'Arco”, em que 10 trabalhadores foram mortos durante operação policial realizada na fazenda Santa Lúcia, no município de Pau D’Arco, em maio deste ano.


A chacina de Pau D’Arco aconteceu no dia 24 de maio, na fazenda Santa Lúcia. Um grupo de policiais civis e militares foi até a fazenda para dar cumprimento a mandados de prisão de suspeitos de envolvimento na morte de Marcos Batista Ramos Montenegro, um segurança da fazenda que foi assassinado no dia 30 de abril.

Segundo a perícia da Polícia Federal, ao menos seis armas usadas por policiais foram disparadas durante a ação de reintegração de posse em Pau D'arco. A principal linha de investigação é de que não houve confronto e sim execução. Os policiais teriam atirado contra os trabalhadores rurais em uma ação planejada. Fonte: A Notícia, do Sul do Pará e G1 Pará. 
Veja abaixo a lista dos policiais que tiveram a prisão preventiva decretada.
- Advone da Silva;
- Carlos Gonçalves de Souza;
- Cristiano da Silva;
- Douglas da Silva Luz;
- Euclides Lima Júnior;
- Francisco Ragau Cipriano de Almeida;
- Jonatas Pereira e Silva;
- Neuily Sousa da Silva;
- Orlando Cunha;
- Ricardo Moreira.
- Rodrigo de Souza;
- Rômulo Neves;
- Ronaldo Silva;
- Uilson Alve da Silva;

Nenhum comentário:

Postar um comentário