quinta-feira, 6 de julho de 2017

"TIA SOCORRO" PARTIU, MAS DEIXA UM BELO EXEMPLO

Maria do Socorro Pereira: ela se vai, mas seu exemplo fica
 
Maria do Socorro Pereira, a "Tia Socorro", de 52 anos, era uma pessoa especial, igual a várias que se dedicam de corpo e alma a um trabalho social silencioso em favor dos mais necessitados. 

Ao longo de mais de 20 anos de trabalho, ela acolheu mais de 300 crianças e adolescentes vítimas de abusos sexuais, violência doméstica ou que simplesmente foram abandonados pelos pais.
 

Virou pai e mãe de todos eles. A única mãe, a verdadeira, aquela que cuida, dá carinho, amor, transmite ensinamentos e quer vê-los encaminhados na vida. Na data de hoje, durante a madrugada, essa mulher despojada de egoismo, vaidade, e que verdadeiramente se dedicava ao próximo, deixou de lutar.

Foi abatida por enfarte fulminante, na Vila de Mosqueiro, onde havia montado seu "Lar Acolhedor", que funciona sem ajuda governamental e subsiste devido à tenacidade dela e das doações de abnegados avessos à publicidade.

No abrigo vivem hoje 20 crianças e adolescentes, que vão sentir, e muito, a falta da mulher que era o porto seguro de todos. Sua filha biológica e outras "filhas" que ela amparou, prometem seguir em frente com a obra deixada por ela. 

"Tia Socorro", uma mulher que fazia o bem sem olhar a quem. Igual a outros anônimos que, anonimamente, tornam o fardo desta vida menos pesado para tantas pessoas, praticando a solidariedade aos menos favorecidos.

Fique em paz, "Tia Socorro".

2 comentários:

  1. Historia emocionante demais,com certeza deus tem acolheu,parabens pelo lindo trabalho.

    ResponderExcluir
  2. Chorei muito com a reportagem, que exemplo de cidadã.

    ResponderExcluir