VER-O-FATO: COREN DO PARÁ AMEAÇA DE PROCESSO "jORNAL AMAZÔNIA" POR FOTO ERÓTICA

terça-feira, 11 de julho de 2017

COREN DO PARÁ AMEAÇA DE PROCESSO "jORNAL AMAZÔNIA" POR FOTO ERÓTICA

Na foto inteira, não mostrada aqui, Cris aparece como veio ao mundo
O pessoal do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-Pa) está revoltado e promete ingressar com medida judicial contra matéria publicada ontem pelo "Jornal Amazônia",  do Grupo ORM, acusado de usar a profissão de enfermagem de "forma depreciativa, associando cena de cunho erótico". A foto que ilustra a matéria é de uma jovem catarinense, formada em enfermagem, sem roupa, sob o título "Que tal uma enfermeira assim?"

Segundo a matéria,  Cris Franceschi, "gata catarinense de 28 aninhos é formada em enfermagem e apenas recentemente sentiu a vontade de fotografar nua. “No início foi um pouco difícil tirar a roupa, mas depois passou”, diz Cris Franceschi, uma loura encantadora que chegou agora para abrilhantar as páginas do “Bella da Semana”. 

Ela curte tanto praticar atividades físicas que, nas horas vagas, se divide fazendo de tudo um pouco: dança, pedala, nada. Tudo para manter o corpão em dia. Confira as medidas: 1,63 m de altura, 98 cm de busto e 105 de bumbum". 

O Coren-Pa, depois de reunir seus associados, deliberou hoje por soltar uma nota, com o seguinte conteúdo: "O Coren/Pa, autarquia federal, órgão disciplinador e fiscalizador da enfermagem e suas atividades auxiliares, vem, informar aos profissionais de enfermagem, que diante da matéria veiculada no "Jornal Amazônia", na última segunda-feira 10/07/17, onde a profissão de enfermagem é, de forma depreciativa, associada cena de cunho erótico, que estará tomando todas as medidas judiciais para reparar a imagem do profissional de enfermagem, preservando a dignidade e honra de toda uma categoria que busca, de forma séria e humanitária, prestar assistência de enfermagem com qualidade.

Aproveitamos para informar ainda, que essa defesa é direito e dever de todos os profissionais e demais entidades ligadas à classe da enfermagem, todavia, não serão medidos esforços para reparar a mácula causada. Plenário do Coren-Pa."

Nenhum comentário:

Postar um comentário