VER-O-FATO: MESMO COM U$$ 350 MILHÕES DO BID, SEDUC ATRASA OBRAS EM ESCOLAS E MP FAZ COBRANÇAS

segunda-feira, 26 de junho de 2017

MESMO COM U$$ 350 MILHÕES DO BID, SEDUC ATRASA OBRAS EM ESCOLAS E MP FAZ COBRANÇAS

Os promotores cobraram da Seduc que as obrasa saiam do papel.

Promotores de justiça de várias regiões do Pará participaram na sexta-feira (23) de uma reunião com representantes da Secretaria de Educação do Estado (Seduc) para conhecer mais detalhadamente o programa de expansão da cobertura e melhoria da qualidade da educação básica do estado. A reunião aconteceu na sede do Ministério Público, na Cidade Velha.


O programa, que é financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), foi apresentado pelo coordenador do Escritório de Projetos da Seduc, Paulo Machado. Ele explicou que o BID tem, hoje, investidos na educação do Pará US$ 350 milhões em programas de expansão da cobertura e melhoria da qualidade da educação básica, com contrapartida local. 

Do total de recursos previstos no programa, cerca de US$ 220 milhões serão investidos na infraestrutura de escolas da rede estadual. O coordenador também informou que o programa prevê a construção 83 escolas. Dessas, 17 já estão em andamento, outras 2 já foram licitadas e até o final do mês mais 11 estarão em processo de licitação. 

Paulo Machado destacou que a reunião foi bastante produtiva. “Foi uma oportunidade muito rica de mostrar o que a Seduc está fazendo e ouvir dos promotores questionamentos e sugestões sobre esse trabalho”, disse.

As obras da Seduc foram o foco da reunião com a equipe de promotores do MPPA que atuam na defesa da educação e na construção de um plano de acompanhamento desse trabalho. A coordenadora do Centro de Apoio Operacional Cidadania, Adriana Simões, explicou que a reunião foi uma demanda do próprio MP para a Seduc a fim de auxiliar os promotores na construção do plano. 

“Estamos criando um canal de comunicação entre a Seduc e o Ministério Público. Queremos que a Seduc seja transparente e a sociedade possa acompanhar o trabalho que a secretaria está realizando nessa área”, disse Adriana Simões.
Promessas

Durante a reunião os promotores questionaram a Seduc sobre algumas obras atrasadas no Estado. A promotora Érika Menezes, 3ª PJ de Benevides, disse que recebeu denúncias da comunidade sobre a escola Ana Teles, no município, que estaria com as obras paralisadas. A Seduc informou que a escola será concluída até dezembro deste ano. “Esse tipo de reunião é importante para que nós possamos ter subsídios para acompanhar o trabalho que está sendo acompanhado pela Seduc”, disse a promotora.
Ao final da reunião a Seduc se comprometeu em criar um espaço no site da secretaria com informações gerais sobre o andamento das obras, dessa forma não apenas o MP mas toda a sociedade poderá acompanhar os trabalhos. Fonte: MP do Pará.



Nenhum comentário:

Postar um comentário